Breaking News  
O potencial do Blockchain de impactar nossa sociedade Blockchain

O potencial do Blockchain de impactar nossa sociedade

Ainda não entendemos de fato o potencial do blockchain. Quando chegarmos nesse dia, será uma grande transformação para nossa sociedade.

Tatiana Revoredo
Tatiana Revoredo

Por que tanta euforia se hoje já podemos verificar e rastrear informações?

A palavra blockchain é como o mercado nomeou esse conjunto de tecnologias que pode ser programado para registrar, verificar e rastrear qualquer coisa com valor [1], desde transações financeiras até registros médicos e títulos de propriedade. Mas o que há de tão especial nisto, se já é possível registrar, verificar e rastrear nos bancos de dados centralizados?

A maneira de rastrear e armazenar dados

Sua arquitetura revoluciona a maneira como interagimos uns com os outros. Blockchains armazenam informações em containers, chamados blocos, que são ligados de forma cronológica para formar uma linha contínua, uma cadeia de blocos. Isto é, para ocorrer uma modificação nas informações já registradas em determinado bloco, não se reescreve.

Em vez disso, toda alteração de dados é armazenada em um novo bloco mostrando que X mudou para Y em uma data e hora específicas. Vamos imaginar, por exemplo, que exista uma disputa entre Maria e seu irmão André sobre quem é dono de um imóvel que está na família há anos.

Como a blockchain usa um método contábil, há um livro de registro onde consta Adão como primeiro proprietário deste imóvel em 1900, a venda deste imóvel de Adão para Eva em 1930 e assim sucessivamente.

Portanto, cada alteração na propriedade deste imóvel é representada por um novo registro nesta ledger (livro contábil, em português) até que, em 2007, chegamos ao último registro da transferência deste imóvel. Maria é a atual proprietária deste imóvel e podemos ver o registro de todo esse histórico neste livro contábil. Ora, aqui é onde as coisas ficam interessantes.

A construção de confiança nos dados

Ao contrário do antigo método de contabilidade, a estrutura blockchain foi projetada para ser descentralizada e distribuída através de uma grande rede de computadores, e a descentralização da informação reduz a capacidade de adulteração de dados e nos leva ao segundo fator, que torna a arquitetura blockchain única [2]

Cria confiança nos dados

Antes que o bloco possa ser adicionado à cadeia, algumas coisas precisam acontecer. Primeiro, uma equação, um quebra-cabeça criptográfico deve ser resolvido, criando assim o bloco. O resultado deste quebra-cabeça é compartilhado com os demais computadores da rede. Na blockchain do Bitcoin, a necessidade de se resolver esta equação é conhecida como prova de trabalho (PoW).

A rede, então, verificará esta prova de trabalho (PoW) e, se correta, o bloco será adicionado à cadeia. A combinação desses complexos quebra-cabeças matemáticos e a verificação por muitos computadores garantem a confiança na cadeia de blocos.

Como a própria rede constrói a confiança , agora temos a oportunidade de interagir diretamente com nossos dados em tempo real. E isso nos leva à terceira razão pela qual a infraestrutura da blockchain é tão revolucionária.

A desintermediação (interação direta)

Atualmente, ao fazer negócios uns com os outros, não mostramos à outra pessoa nossos registros financeiros ou comerciais. Em vez disso, confiamos em intermediários, agentes validadores de confiança, para verificar tais registros e manter essas informações confidenciais. Tais intermediários constroem a confiança entre as partes e são capazes de verificar, por exemplo, que “sim, Maria é a legítima proprietária deste imóvel“.

Ora, essa abordagem limita a exposição e o risco, mas também adiciona outro passo à troca. E isto significa mais tempo e dinheiro gastos. Se as informações sobre a propriedade do imóvel de Maria fossem armazenadas em blockchain, o intermediário não seria mais necessário. Como sabemos agora, todos os blocos adicionados à cadeia foram verificados como verdadeiros e não podem ser adulterados.

Assim, Maria poderia simplesmente mostrar a informação do título de propriedade do imóvel garantida no blockchain. Maria pouparia, assim, tempo e dinheiro consideráveis com a interação direta. A interação confiável peer-to-peer com nossos dados pode revolucionar como acessamos, verificamos e transacionamos uns com os outros.

Seu caráter de General-Purpose Technology

Sendo a blockchain uma tecnologia fundamental, de núcleo (GPT — General-Purpose Technology [3]), ela potencializa as demais tecnologias e pode ser implementada de maneiras ainda inimagináveis [4].

Alguns blockchains podem ser públicos e abertos para qualquer pessoa ver e acessar (sem necessidade de permissão prévia). Outros podem ser privados e fechados para um grupo seleto de usuários autorizados — como sua empresa, seu banco ou agências governamentais [5]. E também existem blockchains híbridos.

Assim, um governo poderia, por exemplo, usar um sistema híbrido para registrar as fronteiras da propriedade de Maria. O fato de que ela é proprietária, mantendo privados seus dados pessoais. Ou permitir que todos vejam os registros de propriedades, mas reservem para si mesmos o direito exclusivo de atualização.

É a combinação de todos esses fatores…

1) maneira distribuída e transparente de rastrear e armazenar dados

2) construção de confiança

3) interação direta, em tempo real

4) caráter de tecnologia de núcleo, que potencializa demais tecnologias

… que dá às estruturas blockchain o potencial de impactar profundamente relações de governança, modos de vida, modelos corporativos tradicionais, instituições em escala global e a sociedade como um todo [6].

Referências

[1] valor, aqui, não somente no sentido monetário, mas abrangendo tudo o que possa ser monetizado como, por exemplo, a reputação de uma pessoa na internet.

[2] Centre for International Governance Innovation. In: “What is blockchain?”, CIGI on Line, 2018

[3] Lipsey, Richard; Kenneth I. Carlaw; Clifford T. Bekhar. In: “Economic Transformations: General Purpose Technologies and Long Term Economic Growth”. Oxford University Press, pp. 131–218, 2005.

[4] Tecnologia fundamental, segundo Richard Lipsey, é a que possui o potencial de afetar toda uma economia (geralmente em nível global), transformando drasticamente a sociedades através do seu impacto nas estruturas econômicas e sociais pré-existentes. Como exemplo de tecnologias fundamentais temos o motor a vapor, ferrovia, peças intercambiáveis, eletricidade, eletrônica, manuseio de materiais, mecanização, teoria de controle (automação), o automóvel, o computador, a Internet, a medicina e o Blockchain.

[5] Hileman, Garrick and Rauchs, Michel. In: 2017 Global Blockchain Benchmarking Study, Sept, 2017

[6] Idem nota 2.

Leituras seguridas:

O que é blockchain? Como funciona a tecnologia?

Como seria o uso de blockchain em eleições?

Este tipo de conteúdo é relevante para você ou alguma pessoa que você conhece? Se for, siga e compartilhe a página do Cointimes e se mantenha sempre atualizado no mercado – FacebookTwitterInstagram.

Tatiana Revoredo
Tatiana Revoredo

Blockchain Strategist pela University of Oxford e pelo MIT - Massachusetts Institute of Technology. Convidada pelo Parlamento Europeu para Conferência Intercontinental sobre uso de Blockchain e regulação de ICOs e criptomoedas. Participou dos maiores eventos mundiais sobre Blockchain como o 1st Annual Crypto Finance Conference, Consensus, Fórum Econômico Mundial e Forum Mundial da Internet. Liason do European Law Observatory on New Technologies. Membro do Crypto Valey Association, Government Blockchain Association e do Internacional Blockchain Real Estate Association. Apaixonada por jazz e harley davidson.

O Cointimes utiliza cookies com o objetivo de melhorar sua experiência em nossa página web e adaptar o conteúdo para torná-lo mais útil e acessível. Para mais informações, consulte a nossa política de cookies.