Coingoback

O entusiasta de Bitcoin de longa data, Max Keiser, diz que o ouro tem uma única vantagem sobre o principal criptoativo do mundo em capitalização de mercado.

Em uma recente entrevista com Daniela Cambone, da Stansberry Research, o veterano de Wall Street admite que, apesar de ser um defensor do Bitcoin, o ouro é superior ao Bitcoin no aspecto de ser um bem maleável que retém suas propriedades enquanto também muda de forma e fornece anonimato ao seu proprietário.

“O único atributo que o ouro tem que o Bitcoin não tem no momento é a fungibilidade. O ouro é fungível em uma extensão que o Bitcoin não é.

Fungibilidade significa que você pode derreter seu ouro e reformulá-lo em alguma outra forma diferente e ele mantém sua integridade como ouro e é completamente anônimo.

É completamente fungível. Bitcoin, porque é digital, porque é um blockchain público, porque é transparente, você não tem a mesma fungibilidade.”

Pelas definições econômicas tradicionais, o Bitcoin não é 100% fungível porque cada moeda possui um histórico diferente que todos podem verificar, ao contrário do ouro, que pode assumir uma forma inteiramente nova depois de ser derretido.

De acordo com Keiser, a falta de confidencialidade no blockchain do Bitcoin é provavelmente a razão pela qual a atividade criminosa usando BTC diminuiu drasticamente, com a maioria dos criminosos preferindo dinheiro ou outros ativos.

“É por isso que o uso criminal do Bitcoin se extinguiu. Estima-se recentemente que [em] casos criminais em todo o mundo, 1% ou 1,5% usam Bitcoin, e esse número nos últimos 5-9 meses caiu para menos de 1%.

Porque, na verdade, usar Bitcoin para o crime é uma péssima ideia, porque você pode acessar o blockchain visível ao público.

É completamente transparente e eles rastreiam os criminosos, então os criminosos não estão usando Bitcoin. Eles estão usando dinheiro ou podem estar usando ouro. É muito mais fungível.”

O ex-diretor da Central Intelligence Agency Michael Morell publicou recentemente uma carta sugerindo que a atividade criminosa está de fato fluindo do blockchain do Bitcoin para criptomoedas com anonimato aprimorado, como Monero.

“Com base em nossa pesquisa, passei a acreditar que, se houvesse um ecossistema financeiro para os malfeitores usarem que maximizasse as chances da polícia de identificá-los e suas atividades ilícitas, seria o blockchain.”, disse o ex-CIA Michael Morell.


BitPreço, o maior marketplace da América Latina. Compare os preços das principais exchanges do Brasil e mundo, e compre Bitcoin, Ethereum e USDT pelo melhor preço sempre.

Crie sua conta grátis agora!