A pequena nação de Barbados anunciou que construirá uma embaixada virtual no metaverso do Decentraland.

Barbados, uma nação insular no sudeste do Mar do Caribe, afirmou em nota que construirá a primeira embaixada digital na plataforma virtual de comércio de terras Decentraland.

O movimento traz um pouco mais de credibilidade a tudo que vem sendo criado e comentado sobre o metaverso, e torna Barbados o primeiro país soberano a reconhecer o metaverso.

Como vai funcionar?

De acordo com relatos, a embaixada virtual funcionará como uma embaixada do mundo real (tendo como função central os “serviços consulares eletrônicos”).

Passfolio

A agência, que deverá ser inaugurada em janeiro, também emitirá um “visto eletrônico”.

Barbados pretende estabelecer mais embaixadas, espalhadas em vários mundos virtuais, e finalizar acordos com as plataformas de metaverso Somnium Space e SuperWorld.

O embaixador de Barbados nos Emirados Árabes Unidos, Gabriel Abed, lidera o projeto da embaixada digital.

Abed fundou a empresa de soluções CBDC Bitt, que criou o dólar digital de Barbados e o e-Naira para a Nigéria.

O que é Decentraland?

Decentraland é uma plataforma de realidade virtual baseada em Ethereum que permite aos usuários negociar 90.601 peças de terreno digital.

O mundo virtual foi lançado em 2015 e evoluiu de uma grade pixelizada para um mundo virtual 3D.

O preço de cada pedaço de terreno digital aumentou, em alguns casos dramaticamente: em junho, um terreno que valia US$ 20 foi vendido por US$ 913.808.

Países

Autoridades em alguns países começaram a olhar para o impacto estratégico dos metaversos.

A Coreia do Sul estabeleceu uma Metaverse Alliance em maio, na qual mais de 200 empresas, incluindo gigantes como a Samsung, se juntaram para participar.

As autoridades japonesas divulgaram um relatório em julho sobre metaversos, recomendando que o governo considere como os problemas legais serão resolvidos no mundo virtual e o impacto correspondente no mundo real, bem como desenvolver e exportar padrões técnicos relacionados ao metaverso.

Um think tank, apoiado pelo estado da China, alertou sobre a ameaça do metaverso à segurança nacional.

O metaverso ainda dá seus primeiros passos, mas já gera muita discussão.

Leia mais:

Passfolio