O Parlamento Europeu votou a favor de uma regra que pretende banir o uso de carteiras de criptomoedas e transações que não cumpram requisitos de AML (burocracia para identificar pessoas e coibir determinadas transações). O bitcoin reagiu mal, com queda de ~4%, voltando ao patamar de US$45 mil. 

Marketcap

A proposta do parlamento europeu aplicará os requerimentos padrões da burocracia chamada de “contra lavagem de dinheiro” (AML) para o setor de criptomoedas. Ela também pede a identificação de até mesmo pequenas transações, incluindo em carteiras próprias. 

Em outras palavras, toda vez que você enviar mais de 1000 euros para uma corretora, a exchange terá que denunciá-la. Já os saques e depósitos de criptomoedas deverão ser identificados, independente do valor. 

O CEO da Coinbase Brian Armstrong comparou com a seguinte situação:

Imagine que “você enviou dinheiro ao seu primo para ajudar nas compras, a União Europeia exigiu que seu banco coletasse e verificasse informações privadas sobre seu primo antes de permitir que você enviasse os fundos. Como o banco poderia cumprir essa lei? Os bancos iriam recuar. É isso que estamos fazendo agora.”

Em suma, a União Europeia votou uma lei para barrar o avanço das inovações no mercado de criptomoedas criando barreiras de entrada para novos clientes e empresas.

O plano ainda precisa ser aprovado pelos ministros nacionais para se tornar lei.

“Perdemos uma batalha, mas isso está longe de acabar.”

afirmou Patrick Hansen, estrategista da Unstoppable DeFi.

Outras notícias importantes que você deveria ler:

Kraken integra Lightning Network para saques e depósito em Bitcoin (BTC)

Senador quer criminalizar CBDC emitida pelo Banco Central dos EUA

Compre e venda Bitcoin e outras criptomoedas na Coinext
A corretora completa para investir com segurança e praticidade nas criptomoedas mais negociadas do mundo.
Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br