Enquanto escrevemos o dólar está sendo negociado a R$5,02, se a tendência continuar será a maior queda em 11 anos.

O dólar abriu hoje a R$5,21, com uma baixa na sessão anterior de 3,21%. Se a queda de 0,19 centavos se confirmar até o final do pregão teremos a maior queda em 11 anos. Desde 05/01/09 que o dólar não tem uma queda acima dos 3,64%, segundo dados da Investing.

Apesar disso, no ano a moeda brasileira ainda desvalorizou 26,63% perante o dólar, sendo uma das piores moedas em 2020.

O que causou a queda no preço do dólar?

O ânimo é geral, com dados econômicos no setor de serviços chineses mostrando forte recuperação. Nos Estados Unidos, apesar da crise e dos protestos, a economia norte-americana perdeu apenas mais 2,76 milhões de empregos em maio, quando o esperado era 9 milhões.

Localmente os investidores estão de olho no afrouxamento das regras de isolamento e desde a divulgação do “vídeo devastador” têm aumentado a confiança na Bolsa de Valores. Resta saber se o ânimo é bem fundamentado ou estamos vendo um voo de galinha.

Como resultado, as bolsas estão animadas e o Ibovespa já está nos 93 mil pontos, subindo +2,17%.

É preciso ficar de olho no aumento das tensões nos Estados Unidos e nos confrontos comerciais com a China. O que pode causar ainda mais volatilidade no preço do dólar.

Impacto no Bitcoin brasileiro?

Parece que o preço do Bitcoin no Brasil foi impactado e já vem caindo mais forte do que no exterior sendo dados do CointraderMonitor.

Enquanto que o preço do criptoativo vê pequena alta de 0,61% nas últimas 24 horas, no Brasil o bitcoin cai -2,84%.

O preço do bitcoin brasileiro se comparado com o do exterior está mais caro do que ontem, com uma diferença de 2,49%. Isso mesmo com uma queda expressiva de volume nas últimas 24 horas.

volume total de bitcoins negociados

Compre e venda Bitcoin e outras criptomoedas na Coinext
A corretora completa para investir com segurança e praticidade nas criptomoedas mais negociadas do mundo.
Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br