Durante o mercado em alta (bull market), vimos um crescimento absurdo do número de influenciadores digitais que falam de finanças e investimentos.

Em decorrência disso, também vimos o aumento vertiginoso do número de investidores na bolsa de valores. Enquanto isso vários analistas estavam extremamente otimistas com o mercado, que batia recordes atrás de recordes.

O número de CPFs na bolsa chegou a quase dobrar em 2019, e em 2020 temos quase 2 milhões de investidores. Durante essa crise, provavelmente grande parte dos pequenos investidores estão amargando duras perdas.

Mas não são somente eles, até mesmo grandes influenciadores viram pancadas consideráveis no seu patrimônio.

Sobrevivência no mercado

Enquanto alguns brincam que se cai é só comprar mais, as vezes não é bem assim. Não é porque o papel está mais barato do que você comprou, que está de fato barato.

Richard Rytenband, economista e investidor desde 1994, sempre bateu na tecla da humildade perante à incerteza para sobreviver neste mercado. Uma das formas de não se expôr ao risco da ruína é, por exemplo, diversificando.

Rytenband também chegou a comentar sobre o aumento de pequenos investidores na bolsa durante o bull market. Vale notar que após a queda o Ibovespa voltou a patamares de junho de 2018.

“Uma diferença em relação a 2008 é que desta vez temos um exército de pequenos investidores que foram incentivados a se exporem 100% em bolsa, em small caps e ficarem bem longe do dólar. É muito triste ter que acompanhar os estragos disso.”

Richard Rytenband pelo twitter.

Primo Rico, Bredda e Bettina

Há apenas uma semana o Primo Rico mostrou um vídeo onde revela que sua carteira de investimentos caiu em 380 mil reais, mas que via esse momento como oportunidade.

No entanto, na segunda-feira negra o Primo soltou mais um vídeo onde mostrou que o impacto negativo em seu saldo estava em mais de 1,1 milhão de reais. Além disso, como ele diversifica em Bitcoin, sua carteira deve ter sofrido mais um pouco hoje.

É claro que o Primo Rico não ficou pobre por causa disso, sua carteira Rumo ao Bilhão ainda tem aproximadamente R$ 7 milhões e torço para que ele alcance seu objetivo do bilhão o mais rápido possível.

Também é importante notar que a estratégia de investimentos diversificados que ele sempre fala é um dos pilares para a sobrevivência no mercado.

Outro influenciador digital, Henrique Bredda, que costuma criticar fãs de criptomoedas, também expôs suas perdas para os seguidores.

Henrique Bredda é um experiente gestor do renomado fundo de investimento Alaska Asset Management, que está tendo prejuízo na maioria dos fundos este ano.

Apesar disso, se formos ver o histórico completo, os fundos apresentam lucros e estão sobrevivendo com o tempo. Em julho de 2019, ele publicou uma série de tweets com conselhos responsáveis para os interessados em “aplicar” nos fundos do Alaska.

Já a polêmica Bettina, apesar de vários compartilhamentos do meme “Oi. Meu nome é Bettina, eu tenho 22 anos e apenas 700 mil reais de patrimônio acumulado”, sua carteira não caiu os 26,9% que o ibovespa caiu, segundo ela.

oi meu nome é bettina (propaganda da empiricus)

Na sua conta do Instagram, ela afirma que seu resultado de 2020 é de -6,14%. A informação vem depois de uma série de stories falando da importância de manter reservas de valores como ouro e dólar.

story do instagram da bettina

De acordo com ela, sua carteira de investimentos está bastante diversificada, e inclui desde criptomoedas até cannabis.

story da bettina explicando sua carteira

E você, também protegeu sua carteira ou estava all-in em ações brasileiras? Deixe seu comentário abaixo.