A China Global Television Network (CGTN), empresa do Partido Comunista, criou um quadro que incentivava cidadãos italianos a abraçarem chineses que pareciam estar com o covid-19.

A propaganda exposta no canal oficial da CGNT diz lutar contra a “intolerância” e “xenofobia”.

Contudo, de acordo com o virologista italiano Roberto Burioni foi um erro não ter impedido os voos da China para a Itália. Como resultado das suas declarações, Burioni foi amplamente chamado de fascista e xenofóbico.

Ele, assim como outros comentaristas, acreditam que a campanha do Partido Comunista Chinês na Itália aumentou a propagação do vírus.

Acima de tudo, a opinião dos especialistas desafia a narrativa de que o Ocidente deveria agradecê-los pelo aviso sobre o covid-19:

Controlados pelo Partido Comunista

Conforme indicado pelo próprio Youtube e também por artigos na Wikipédia, a CGTN é um braço de propaganda do Partido Comunista Chinês (PCC).

covid-19

Em outras palavras, a campanha com o slogan “Por favor me abrace” tem ligação direta com a China.

Por que, em meio a uma crise global, a China estaria incentivando que pessoas se abracem?

Declínio econômico e China ganhando espaço

A Itália é um dos países que mais sofreram com o novo vírus. Segundo a Reuters, o PIB italiano pode diminuir em 3% no primeiro trimestre e até 8% no segundo.

Veja também: Idosos infectados na Itália serão deixados para morrer, diz jornal

Enquanto muitos países sofrem com o covid-19, a China vê uma rápida recuperação. Consequentemente, o HSCB prevê um crescimento na quantidade de bilionários chineses para os próximos anos.

O próprio governo brasileiro comprou 10 milhões de testes rápidos para Covid-19 da China, de acordo com o El País.

E aí, você concorda com a medida do PCC?

Compre e venda Bitcoin e outras criptomoedas na Coinext
A corretora completa para investir com segurança e praticidade nas criptomoedas mais negociadas do mundo.
Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br