Um hardfork agendado para amanhã (20 de maio) pode acarretar na perda de 23,6 milhões de STEEM de vários usuários. A quantia é o equivalente a R$ 28,6 milhões, atualmente.

Ao final do ano passado, o CEO da Tron Justin Sun comprou a plataforma de blogs Steemit e, em fevereiro deste ano, ele tomou o controle da plataforma blockchain Steem.

O modelo de consenso do blockchain da Steem é de Delegated Proof of Stake (DPoS), o que significa que os maiores stakers (os usuários que possuem a maior quantidade de moedas) criam os novos blocos e podem forçar as atualizações.

Sun tomou o controle de decisão da rede ao possuir, em parceria com algumas exchanges, a maior parte das moedas da rede. E sua nova polêmica atualização, programada para amanhã, “chuta” alguns usuários pra fora da plataforma.

“Testemunhas da Steem estão se preparando para o hardfork 23 que irá ao ar nos próximos 3 dias. O código NÃO está disponível para revisão. Eu entrei em contato com as exchanges para avisa-las e pergunta-las sobre o que as mudanças no código envolviam.”

O código foi liberado hoje e mostra uma lista de contas que serão banidas e terão os fundos confiscados na atualização.

Os usuários afetados já começaram a protestar contra o contencioso fork:

“O HardFork 23 para Steem foi oficialmente anunciado. Ele contém uma lista de contas que serão anuladas. Eles acusam todos nós de atividades criminosas, sem apresentar nenhuma prova. Minha quantia na rede é de mais de 80 mil euros. Eu comprei 500.000 ano passado.”

Um outro grande hodler de Steem, Dan Hensley, também afetado pelo hardfork, disse ao Decrypt:

“Se Justin acha que vai se safar disso, ele mexeu com a pessoa errada”.

Quando o CEO da Tron tomou o controle da rede, muitos usuários que não viam a nova governança com bons olhos bifurcaram a rede e tomaram um novo rumo com a Hive. Hoje esse fork conta com um marketcap maior do que o da Steem.