A revista TIME dobrou seus esforços com as criptomoedas, permitindo que o bitcoin e outros ativos sejam usados ​​como forma de pagamento para assinaturas digitais. A inovação vem pouco depois que a revista com sede em Nova York fez parceria com a Grayscale para produzir vídeos educacionais em NFT e ser paga em BTC.

Com a primeira edição lançada há quase 100 anos, a TIME Magazine está entre as maiores e mais antigas revistas de notícias e sites dos Estados Unidos. A empresa anunciou hoje cedo sua segunda parceria relacionada à criptomoedas em uma semana.

Ao colaborar com a popular exchange de criptoativos Crypto.com, a TIME começará a aceitar criptomoedas como forma de pagamento para suas assinaturas digitais.

Os leitores que escolherem essa opção “receberão acesso ilimitado ao conteúdo da Time.com por 18 meses com sua compra única, bem como eventos e ofertas somente para assinantes”.

Inicialmente, apenas assinantes dos Estados Unidos e Canadá poderão pagar com criptomoedas, mas existem planos para expandir para outros países até o final do ano.

Como parte da parceria, os usuários que optarem por pagar com o ativo nativo da Crypto.com – CRO – receberão cashback de até 10%.

Após o anúncio, um porta-voz da Crypto.com disse que a empresa está “sempre procurando parcerias novas e inovadoras que avancem nossa missão de acelerar a transição do mundo para as criptomoedas”.

Hold de Bitcoin

Dias antes, a TIME colaborou com a Grayscale, a maior gestora de criptoativos do mundo, para produzir uma nova série de vídeos educacionais sobre criptomoedas.

Ao fazer o anúncio, o CEO da Grayscale, Michael Sonnenshein, informou que a TIME e seu CEO Keith Grossman concordaram em ser pagos em bitcoin. Além disso, a TIME manterá o BTC recebido em seu balanço patrimonial, juntando-se a empresas como MicroStrategy, Tesla e outras.

Leia mais: Ouro tem uma vantagem em relação ao Bitcoin, diz analista Max Keiser

Compre e venda Bitcoin e outras criptomoedas na Coinext
A corretora completa para investir com segurança e praticidade nas criptomoedas mais negociadas do mundo.
Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br