Passfolio

Janet Yellen expressou sua confiança na luta do Banco Central dos EUA (Fed) contra a inflação, e disse que não vê nenhum sinal de que a economia do país esteja em uma ampla recessão.

“É provável que vejamos desaceleração na criação de empregos,” disse a secretária em entrevista para a NBC, “mas uma recessão é uma ampla fraqueza na economia, e não estamos vendo sinais disso agora.”

Segundo Yellen, que foi presidente do Banco Central de 2014 a 2018, “o papel do Fed é colocar em prática políticas para diminuir a inflação. E espero que sejam bem-sucedidos.”

O Fed aumentou as taxas de juros no mês de junho para o nível mais alto desde 1994, e espera-se que aprove outro aumento de 0.75% nesta semana. A inflação pode ser “muito alta,” disse Yellen, mas a secretária reforçou o argumento da administração Biden de que “a inflação também é alta em muitas outras economias avançadas.”

Passfolio

Além disso, mesmo que os Estados Unidos demonstrem dois trimestres consecutivos de contração econômica, Yellen espera que os acadêmicos do National Bureau of Economic Research não declarem uma recessão.

Segundo ela, os EUA têm um mercado de trabalho “muito forte,” pois “quando se está criando quase 400.000 empregos por mês, isso não é uma recessão.”

Leia também:

Passfolio