A criptomoeda Zcash foi criada com a ideia de usar propriedades criptográficas para permitir a privacidade de seus usuários, mas parece que isso está para mudar.

https://cointimes.com.br/o-que-e-zcash/

Como já explicamos no post acima, a Zcash mantém sua privacidade opcional. Como a maior parte das pessoas não utiliza a opção de privacidade, aqueles que usam ficam mais vulneráveis a diversos tipos de ataque.

“A Chainalysis se alimenta no fato de que ninguém usa as ferramentas de privacidade do Zcash, e aqueles que usam fazem isso de uma maneira muito óbvia” – disse o criador da criptomoeda Monero, Ricardo Spagni.

A empresa Chainalysis é conhecida por analisar criptomoedas e repassar esses dados para governos e grandes corporações.


Quer ganhar Bitcoins?
A gente te ajuda nisso.
Abra uma conta grátis!


 

Vídeo polêmico

Mas essa discussão sobre a existência de um backdoor só surgiu após um vídeo do desenvolvedor Charles Hoskinson. Nele é afirmado que os desenvolvedores da Zcash estão conversando sobre a criação de um backdoor.

Voltando para o lado da privacidade das coisas, eu penso que isso é um direito humano. Mas você precisa entender isso com mais nuance do que ‘É completamente transparente?’ ou ‘Isso é completamente privado?’ Você precisa falar sobre backdoors auditáveis. Da habilidade de compartilhar e vazar a privacidade das pessoas que você deseja. E o ZCash está fazendo parte dessas conversas

De fato, o próprio criador do Zcash, Zooko Wilcox, já se pronunciou e foi a favor da criação de um backdoor para as forças policiais.

E a propósito, acho que podemos fazer com que o Zcash seja rastreável para os criminosos como WannaCry, mas ainda sim totalmente privado e fungível...”

Criador da criptomoeda quer backdoor

Zooko Wilcox-O’Hearn

Se você acredita que isso é algo positivo, pois pegaria criminosos e terroristas, pense que a definição para terrorismo depende de cada governo. Edward Snowden e Julian Assange são tratados como terroristas pelos Estados Unidos.

Não posso esperar pela China adicionar um backdoor auditável para o Zcash e encorajar sua adoção. Melhor maneira de lidar com dissidentes” – disse Ricardo Spagni.

“É mais provável que há falhas que o governo sabe, mas não nós” – Peter Todd

Alguns usuários nas redes sociais apontaram que o código do Zcash é aberto e até agora não foram encontrados backdoors escondidos. Respondendo a esses usuários um dos desenvolvedores do Bitcoin apontou:

O Zcash é suficientemente complexo e avançado a ponto de que apenas poucas pessoas no mundo consigam fazer um review dele efetivamente. Então não tenha certeza de que por ser open source vai se achar um backdoor.

É mais provável que há falhas que o governo sabe, mas não nós” – disse Peter Todd em um tweet.

E o desenvolvedor do Bitcoin tem toda razão, nos últimos meses ficamos sabendo que o Zcash teve uma falha escondida pela equipe de desenvolvimento por 8 meses.

https://cointimes.com.br/zcash-ficou-8-meses-vulneravel-a-ataque-que-permitia-criacao-de-novas-moedas/

Apesar de todas essas discussões nenhum backdoor foi encontrado no código do Zcash, como diria Carl Sagan “alegações extraordinárias exigem provas extraordinárias“.

Entretanto, só por saber que a equipe de desenvolvimento continua discutindo sobre a criação de um backdoor para o governo, e, que o próprio criador e principal desenvolvedor é a favor da ideia, mostram que o Zcash não é a melhor opção para privacidade e anonimato.

https://cointimes.com.br/slayer-aceita-monero/

BitPreço, o maior marketplace da América Latina. Compare os preços das principais exchanges do Brasil e mundo, e compre Bitcoin, Ethereum e USDT pelo melhor preço sempre.

Crie sua conta grátis agora!