Passfolio

As preocupações com a recessão derrubaram o mercado mais amplo este ano, com o S&P 500 entrando em um mercado de baixas na semana passada.

Saiba mais: Citigroup acredita em 50% de chances de uma recessão global

Algumas ações, entretanto, podem estar bem equipadas para navegar neste período volátil e também pagar dividendos altos.

Para encontrá-las, a CNBC Pro utilizou dados da FactSet sobre as ações da S&P 500 com critérios como dinheiro em caixa superior a US $1 bilhão, rendimento de dividendos acima do US 10-year treasury note, expectativa de analistas para um aumento de lucros por ação nos próximos 12 meses, e dívida total como porcentagem do patrimônio líquido de 85% ou menos.

Passfolio

Estas são as 18 ações que entraram na lista:

  • Exxon Mobil (XOM), uma gigante do setor energético, viu um aumento de 46% em 2022, com um rendimento de dividendos de 3,8% e apenas 31,5% de dívida em relação ao patrimônio líquido. O caixa de US $6.8 bilhões da empresa é o terceiro mais alto da lista.
  • Chevron (CVX), outra gigante da eletricidade, viu o aumento de 29% este ano e rendimento de 3,6%, com apenas 25,1% da dívida total em relação ao patrimônio líquido, e seu caixa conta com pouco menos de US $6 bilhões.
  • As ações da concessionária de energia elétrica PPL (PPL) têm o maior rendimento de dividendos da lista, com 5,6%. Entretanto, a dívida da empresa em relação ao patrimônio líquido também é a mais alta, com 82,2%. As ações da PPL caíram 13% este ano.
  • A empresa de T.I. Hewlett Packard (HPE) também tem suas ações na lista, com um rendimento de 3,5% e dívida para o patrimônio líquido de 73%, juntamente com um caixa de US $4.3 bilhões.
  • Ações do gestor de ativos T. Rowe Price (TROW) tiveram um rendimento de dividendos de 4% e dívida para o patrimônio líquido de apenas 2,8%. A empresa também detém mais de US $1.5 bilhão em caixa. Entretanto, elas viram dificuldades este ano, caindo mais de 43%.
  • A agência de câmbio CME Group (CME) também preencheu os critérios da CNBC, com suas ações apresentando rendimento de 3,3%, com uma dívida em relação ao patrimônio líquido de apenas 14,7%. A empresa também tem US $2.83 bilhões em caixa.

Os outros nomes na lista são Prudential Financial (PRU), Franklin Resources (BEN), Kraft Heinz (KHC), Invesco (IVZ), Phillips 66 (PSX), Principal Financial (PFG), Intel (INTC), Lincoln National (LNC), Newmont (NEM), Cisco Systems (CSCO), Valero Energy (VLO) e Pfizer (PFE).

Para começar a investir em ações americanas, crie uma conta na Passfolio, parceira oficial do Stocktimes.

Para encontrar outras ações “à prova de recessão,” leia também

Passfolio