Passfolio

O CryptoTwitter (CT) já é um lugar incrível, mas durante o inverno cripto ele consegue ficar ainda melhor. Hoje as atenções do CT estão voltadas para a disputa pela opinião pública entre Roger Ver e CoinFLEX. Quem está falando a verdade?

CoinFLEX diz que importante cliente está inadimplente

A conta anônima FatMan (@FatManTerra) ganhou relevância durante o escândalo e quebra da Terra (LUNA), ao alimentar o CryptoTwitter (CT) com informações sobre o caso. Com o surgimento de novos casos de fraudes, corridas bancárias e inadimplências, o anônimo continuou trazendo dados relevantes para seus seguidores.

Na noite de ontem (27 de junho), FatMan publicou um tweet onde afirmava que um cliente de “alta renda líquida”, de confiança da plataforma de liquidez, CoinFLEX, se encontrava inadimplente de um empréstimo que havia sido tomado sem colateralização.

A CoinFLEX então decidiu pela emissão de um token emergencial chamado rvUSD, que seria vendido ao mercado a vista – prometendo um retorno de 20% APY – com o objetivo de levantar fundos para manter a liquidez da plataforma ante o calote de US $47 milhões deste importante cliente.

Neste momento o mercado começou a especular sobre o prefixo do token: “rv”; com a possibilidade dele se tratar das iniciais do cliente que, especularam, pertencer à Roger Ver, um dos primeiros investidores de Bitcoin (BTC) e atualmente grande entusiasta na comunidade do Bitcoin Cash (BCH).

As suspeitas surgiram porque o CEO da CoinFLEX é também um conhecido entusiasta e membro da comunidade do BCH, o que poderia explicar o empréstimo com voto de confiança, sem necessidade de colateralização com ativos financeiros.

Na manhã desta terça-feira (28), a mesma conta anônima disse ter recebido informações internas de uma fonte sigilosa com a confirmação de que o tomador do empréstimo era mesmo Roger Ver.

Roger Ver nega as acusações

Cerca de três horas após a suposta confirmação, o próprio Roger Ver publicou um tweet em sua conta pessoal, dizendo o seguinte:

“Recentemente surgiram alguns rumores
espalhando que eu estou inadimplente em uma
dívida a uma contraparte. Esses rumores
são falsos. Não só não tenho dívida
a esta contraparte, mas esta contraparte
me deve uma soma substancial de
dinheiro, e atualmente estou procurando a
devolução dos meus fundos.”

Alguns usuários notaram a estranha formatação da mensagem, com quebras de linha, que parecem ter sido originadas de um “copia-cola”, supostamente de uma mensagem escrita por um advogado e publicada às pressas pelo acusado.

CEO da CoinFLEX vai a público e afirma que o “caloteiro” é sim Roger Ver

Mark Lamb, CEO da CoinFLEX, decidiu então se manifestar publicamente, em sua conta pessoal no Twitter, para afirmar que o devedor é sim Roger Ver, apesar de sua negação. Deixando claro que existe um contrato escrito assinado por ambas as partes que defende sua acusação.

Com isso, um caso jurídico está, neste momento, sendo julgado publicamente na rede social e muitos já estão escolhendo seus lados.

É interessante notar que Mark Lamb citou explicitamente o nome de Ver em seus tweets, enquanto o investidor não falou em nomes, mas apenas usou “counterpart” (contraparte), o que daria margem para uma possível “negação plausível” (plausible deniability). Também existe a possibilidade de que tudo não se passe de um grande mal entendido e ele realmente estivesse falando de outra empresa.

Leia mais:

Passfolio