Coingoback

Na edição de terça-feira do programa Mais Você, a apresentadora Ana Maria Braga citou os 140 bilhões de dólares em bitcoins perdidos em matéria sobre escolha de senhas seguras. Contudo, a apresentadora acabou não mencionando quais são de fato as melhores práticas em relação a senhas e backups de carteiras de bitcoin.

Segundo Ana Maria, a moeda “virou uma febre” por conta de suas facilidades. “Ela existe num mundo digital. Ela não é controlada por uma entidade financeira como um banco central, por exemplo. E a movimentação dela acontece diretamente entre pessoas, sem burocracia.”

No entanto, a falta de um controlador central também vem com suas desvantagens. Se você perde a senha da sua conta bancária, o banco estará pronto para lhe atender e te ajudar a recuperar o saldo. Com bitcoin, Ana Maria bem explica que “não existe serviço de recuperação de senha. Ou seja, perdeu a senha, perdeu a grana”.

Satoshi Nakamoto, o criador do Bitcoin, trouxe inúmeras vantagens ao remover a necessidade de um terceiro de confiança nas transações digitais. Mas com grandes poderes vem grandes responsabilidades, quando somente você tem acesso ao seu saldo, é importante que saiba quais são as melhores práticas de segurança para não perder suas moedas.


Quer ganhar Bitcoins?
A gente te ajuda nisso.
Abra uma conta grátis!


 

Mas mesmo com milhões de bitcoins perdidos, a rede da moeda digital como um todo não é afetada negativamente. Mesmo com o limite de 21 milhões de unidades, que parece pouco, cada bitcoin é bem divisível em até 8 casas decimais, sobrando um pouco para todo mundo. Em junho de 2010, Satoshi chegou a definir a perda de bitcoins como uma doação para o restante dos usuários:

“As moedas perdidas apenas fazem as moedas de todos os outros valerem um pouco mais. Pense nisso como uma doação para todos.”

Veja também: Como criar dinheiro em casa, um tutorial compreensível

Como não perder suas moedas digitais

Apesar de acertar sobre funcionamento do Bitcoin, o programa Mais Você peca em não dar dicas de segurança reais. Afinal, como não perder o acesso aos seus bitcoins?

Primeiramente, é importante manter todos os dados criptografados. Praticamente todas as carteiras de bitcoin permitem um backup (uma cópia de segurança) com senha. 

O ideal é deixar a cópia em um local seguro, sem acesso direto a internet e com redundância, ou seja, em múltiplas localizações. Dessa forma você garante a disponibilidade de acesso mesmo em casos de desastre.

E os backups do bitcoin são extremamente variados e dependem da sua criatividade e nível de segurança. Temos basicamente dois tipos de backups:

  • Escritos fisicamente
  • Escritos digitalmente

Para guardar o acesso aos seus ativos digitais basta ter o controle de 12 ou 24 palavras-chave, também conhecidas como “sementes”. Algumas pessoas escrevem essas palavras em papel e deixam em um local fisicamente seguro, já outras criam paper wallets com criptografia, como as usadas abaixo:

  Alguns até mesmo usam barras de metal para proteger as palavras da água e fogo: 

O backup digital também é válido, apesar de mais arriscado quando deixado online. Por isso, os bitcoiners chegam ao extremo de criptografar Hds e carteiras e enterrá-las para em casos extremos ter sempre uma saída.

Ana Maria Braga e as senhas em uma planilha eletrônica

Nunca, e eu repito NUNCA deixe suas senhas em uma planilha ou documento de texto sem uma boa proteção. Para fazer gerenciamento de senhas existem programas específicos para isso. 

Onepassword, LastPass e Bitwarden oferecem serviços que permitem guardar suas senhas criptografadas na nuvem ou em um servidor próprio (no caso do Bitwarden). Para os mais paranoicos os programas KeePass e sua evolução KeePassX permitem gravar senhas offline, com criptografia de nível militar. 

Os programas acima geram e guardam todas as suas senhas, dessa forma, você só precisa lembrar de um longo password para se manter seguro. Eles também contam com um segundo fator de autenticação. Além da senha, pode ser programado uma espécie de token gerado no seu celular para uma segurança ainda maior, como acontece com a maioria dos bancos. 

Esqueça a planilha ou o bloco de notas, use um gerenciador de senhas e guarde-o de forma segura. Particularmente, eu me protejo por camadas. Tenho geradores de senhas online, offline e diversos backups para nunca mais perder sequer um bitcoin.

Veja mais dicas sobre a segurança das suas moedas em: Afinal, como garantir a segurança dos bitcoins?

*Matéria escrita em colaboração com Gustavo Marinho.


BitPreço, o maior marketplace da América Latina. Compare os preços das principais exchanges do Brasil e mundo, e compre Bitcoin, Ethereum e USDT pelo melhor preço sempre.

Crie sua conta grátis agora!