Está faltando dinheiro? Bom, saiba que você pode criar seu próprio sistema monetário em casa, e isso não é ilegal. Vamos explicar quais são suas opções.

Como já mostramos no post “O dólar é uma fraude?“, o sistema monetário atual nasceu de diversos golpes, desde o confisco de ouro, até mentiras do FED e outros bancos centrais.

Steven Mnuchin feliz
Steven Mnuchin – Secretário do Tesouro dos EUA

As políticas adotadas pelos Bancos Centrais trouxeram um aumento gigantesco na desigualdade e constantemente transferem dinheiro dos mais pobres para os mais ricos, como na recente compra de dívidas do Banco Central do Brasil.

Como se libertar disso? Há algumas maneiras e elas são completamente legais.

Criando seu banco

No Brasil existe a figura dos “Bancos Comunitários”, são pelo menos 103 em todo o território nacional;

São bancos que servem à determinadas regiões e comunidades, onde muitas vezes o próprio Estado e os bancos privados estão ausentes.

Entretanto, esses bancos seguem algumas diretrizes, eles obedecessem à Lei nº 11.110, de abril de 2005 sobre microcrédito. Para se tornar um banco comunitário também é preciso ser uma OSCIP.

Já para emitir sua própria moeda é necessário seguir algumas normas:

  • A moeda precisa ser lastreada em moeda nacional (Real);
  • Permitir o câmbio entre real e a sua moeda;
  • Ter circulação restrita a um determinado território (não mais que 60 mil habitantes);
  • Ser de livre aceitação pelos moradores;
  • Não deve ser cobrado juros por empréstimos;
  • No verso da moeda deve ter um texto explicativo de que se trata de um “bônus” que promove o desenvolvimento local e de uso exclusivo para troca de produtos e serviços na comunidade.

Se essas leis parecem muito restritas para você, calma, o próximo item vai te agradar.

“Bancos de Bitcoin”

A ideia de usar o Bitcoin como camada de liquidação para transações é antiga. Hal Finney, possível criador do Bitcoin, acreditava que a criptomoeda seria uma reserva para os bancos digitais que emitirem sua própria moeda utilizando o protocolo do BTC.

Hal Finney -| Fonte: BitcoinTalk

Mas como emitir minha própria moeda com bitcoin? Há várias maneiras de fazer isso, algumas você só precisa de uma impressora, outras de hardware específico e milhões de dólares.

Imprimindo bitcoin

Primeiramente, vamos começar pelas opções mais baratas. Você pode literalmente imprimir notas e colocar bitcoins nelas.

Inclusive uma empresa canadense já está fabricando notas de Bitcoin Cash, com vários recursos de segurança as notas são denominadas em satoshis (a menor unidade de bitcoin) e vêm em muitos designs.

bitcoin cash notes

Você também pode começar a fabricar suas notas de Bitcoin ou qualquer outra criptomoeda para guardar apenas para si, imprimindo paper wallets, nós explicamos como fazer isso no tutorial abaixo:

Uma moeda brasileira

Além de “imprimir bitcoin”, você também pode usar o protocolo da criptomoeda como uma layer para lançar sua própria moeda digital.

Foi isso que um fazendeiro russo fez em 2017. Veja essa história no post: “Fazendeiros trocam moeda estatal por criptomoeda“.

As colored coins já foram muito usadas no BTC, contudo, com as altas taxas da rede elas aos poucos foram morrendo. Entretanto, você ainda consegue criar tokens digitais no Bitcoin Cash.

O fork do Bitcoin Core permite a criação de moedas digitais usando o protocolo SLP, com poucos cliques e menos de R$50 em BCH seu token ficará pronto.

Recentemente a Tether tokenizou centenas de milhares de dólares no blockchain do Bitcoin Cash.

Você também pode fazer o mesmo com o Ethereum. A plataforma de contratos inteligentes é o lar da stablecoin brasileira CriptoBRL:

Sidechains e Blockstream

Se você quer se manter no Bitcoin Core, talvez a melhor ideia seja usar sidechains. As sidechains nada mais são do que blockchains auxiliares que dão mais recursos a alguma criptomoeda, nesse caso o Bitcoin.

A principal sidechain no mercado é a Liquid, com ela você consegue criar colored coins, ou seja, sua própria moeda;

A corretora BTSE arrecadou alguns milhões criando um token na Liquid.

Entretanto, é bom deixar claro que você precisa de autorização da empresa Blockstream para participar da criação de blocos e isso pode custar alguns milhares de dólares, visto que eles vendem um hardware específico para membros da rede.

Além do mais, a Liquid é patenteada e geralmente dá alguns problemas, como ficar mais de 12 horas offline para manutenção.

Mineração de criptos

Uma última opção é a mineração de criptomoedas, mas apenas se você tiver energia barata e uma grande quantidade processamento.

Já explicamos como minerar Bitcoin e Monero, veja nos posts abaixo:

Como minerar Bitcoin? Como funciona a mineração?

Como minerar Monero em casa

Essas são apenas algumas das alternativas para você criar dinheiro em casa.

Como diria um grande amigo meu: “O Bitcoin é pequeno para quem vê e gigante para quem anda”. Que tal começar a andar no sistema do bitcoin? Veja o vídeo abaixo para começar: