Desde o começo do ano reportamos que a Litecoin estava procurando parcerias para implementar privacidade em seu protocolo.


Leia também:


Após diversas tentativas que não deram certo, finalmente o código para implementar uma solução de privacidade para a criptomoeda Litecoin começou a ser criado.

Como explicamos no texto “Litecoin vai usar mágica do Harry Potter para ganhar mais privacidade” , a Litecoin vai usar uma proposta que foi pensada para melhorar o Bitcoin, usando uma nova tecnologia.

De acordo com David Burkett, líder dessa implementação, o desenvolvimento já se iniciou e há um planejamento de trabalhos para janeiro, disponível no fórum LitecoinTalk:

As prioridades da LTC para janeiro serão:

     Determinar o método de compilação – Como o código agora será distribuído por algumas repos, é necessário um processo de compilação um pouco mais complexo. Ainda estou descobrindo a melhor maneira de lidar com isso, mas atualmente estou inclinado a uma versão simplificada do sistema de compilação da libbitcoin (https://github.com/libbitcoin/libbitcoin-build 3)
     Definir todos os modelos LTC – Determine os campos exatos e o formato de serialização dos cabeçalhos e kernels (incluindo assinaturas)
     Mova as implementações do banco de dados para libmw-core, faça a limpeza para corresponder aos novos padrões e adicione testes completos.

Conforme falamos no post ” Criptomoedas para ficar de olho em 2020” , se os updates da Litecoin derem certo, poderemos ver boas respostas do mercado. Do contrário, a Litecoin só tende a cair.

Contudo, há desafios tanto na implementação, quanto na eficiência do protocolo mimblewimble em prover privacidade e anonimato.