CZ – CEO da Binance – se encontrou com o governador de São Paulo e o prefeito do Rio de Janeiro esta semana e parece que foi contaminado pelo vírus da desinformação.

CEO da Binance entre prefeitos e governadores

O CEO da Binance, conhecido por suas iniciais CZ, se encontrou com dois políticos no Brasil. O governador do estado de São Paulo, João Dória; e Eduardo Paes, prefeito da cidade do Rio de Janeiro.

O encontro com Dória ocorreu no dia 15 de março e nós noticiamos o fato em nossa conta do twitter:

O segundo encontro, com Paes, foi no dia 17 de março e na postagem CZ brincou com uma citação onde, supostamente, o prefeito disse “vou te dar minha chave”; em um trocadilho sobre as chaves da cidade do Rio, com as chaves privadas de uma carteira cripto.

Nestes dias está acontecendo a Ethereum.Rio 2022. Primeira conferência brasileira sobre o ecossistema do ETH.

Também sabemos que a Binance está patrocinando o campeonato regional de futebol, Paulistão 2022 e que a empresa vem demonstrando grande interesse no mercado brasileiro, dependendo da aprovação de algumas entidades governamentais do país para finalizar a aquisição da Sim;Paul Investimentos.

Confusão sobre o conceito de inflação pode ser contagioso

Após o encontro com algumas figuras políticas brasileiras, CZ parece ter sido contaminado pelo vírus da desinformação e da confusão sobre o que significa inflação. 

Outro diagnóstico possível seria a contaminação pelo vírus da mentira, que as vezes apresenta sintomas semelhantes, mas vamos dar um “voto” de confiança de que foi apenas um erro honesto que deve ser corrigido em breve pelo dono da maior exchange de criptomoedas do mundo.

O sintoma que trouxe este diagnóstico não envolve febre e perda de olfato, mas foi medido através do teste rápido em um tweet de três linhas publicado ontem (17/03) por CZ.

tweet do ceo da binance, com 11.400 curtidas e comentário de michael saylor.

“Não importa quem culpamos pela inflação, o fato é que ela está aqui. O que você vai fazer sobre isso? #btc não tem inflação.”

O bilionário e grande entusiasta do Bitcoin, Michael Saylor, também já está apresentando sintomas iniciais, junto das mais de 11.000 contas que tiveram contato com o tweet contaminado e, aparentemente, concordam com ele.

Bitcoin TEM inflação

A melhor vacina contra o vírus da desinformação, confusão conceitual e, até mesmo, da mentira, é a informação e a educação.

Esta vacina não é obrigatória e ninguém – a não ser você mesmo – vai te punir se escolher não se vacinar, mas é por isso que a comunidade cripto sempre fala sobre a importância de fazer suas próprias pesquisas (DYOR – do your own research) e entender sobre aquilo que você está investindo.

Imaginem só, se o dono da maior exchange e o dono da empresa privada com maior caixa declarado em bitcoin – duas grandes baleias do ativo; não sabem que o bitcoin é inflacionário, quem dirá o restante dos investidores menores, ou de pessoas que estão começando seus estudos.

Veja este artigo: Why Bitcoin Is Technically an Inflationary Currency—Even Though Its Purchasing Power Is Increasing

É comum que alguns políticos também se confundam a respeito da definição de inflação, acreditando que ela significa o aumento dos preços (medida por índices como IPCA ou IGP-M), quando na verdade este aumento é apenas uma consequência natural da verdadeira inflação.

Saiba mais: Descubra de quanto é a inflação real da moeda brasileira; e como isso nos afeta

A inflação é, por definição, o aumento da oferta de dinheiro em circulação. Seja através do aumento da base monetária ou do acesso ao dinheiro de maneira geral – através da concessão de crédito, por exemplo, quando se trata de valores sem lastro.

O bitcoin, apesar de contar com um fornecimento programado e previamente conhecido de 21M BTC, possui um aumento constante de sua oferta circulante, com 6.25 BTC sendo colocados em circulação a cada ~10 minutos através da recompensa paga aos mineradores.

Isso gera uma inflação anual de cerca de 1,70%. Que era o dobro antes do último halving e será cortada pela metade após o próximo halving; conforme programado no código do Bitcoin por Satoshi Nakamoto.

Essa inflação está prevista para terminar aproximadamente no ano 2140 (mais de um século a partir de hoje).

E a inflação no bitcoin, assim como a inflação fiat, beneficia apenas os primeiros na cadeia financeira a receberem e poderem utilizar os valores. No caso da criptomoeda líder, os mineradores e, no caso do Real, os políticos brasileiros.

Se isso é justificável pelo trabalho que ambos oferecem para tomar as decisões e alcançar o consenso na rede (ou na política), já é outra história. Há quem consiga justificar e há quem acredite que de qualquer maneira isso é negativo, mas que a inflação existe é um fato.

O próprio Satoshi Nakamoto deixou claro a existência de inflação no modelo de coinbase do bitcoin, em seu whitepaper (item 6, onde trata sobre incentivos).

Trecho onde satoshi trata da inflação do bitcoin no whitepaper.

Estaremos torcendo para que o CEO da Binance seja curado.

Ajude a evitar que mais pessoas sejam contaminadas com esse vírus e compartilhe a informação nas redes sociais!

| Telegram | Twitter | Facebook | Instagram |

A NovaDAX está cheia de novidades!

Uma das maiores corretoras de criptoativos do Brasil agora ZEROU as taxas para saque em real!

A NovaDAX também conta taxa zero para transações de Bitcoin e mais de 110 moedas listadas, com saque disponível na hora e alta liquidez. 

As criptomoedas com as melhores taxas do mercado! Basta ativar o programa gratuito Novawards e aproveitar taxas reduzidas em até 75%.

Conheça ainda o Cartão NovaDAX e peça já o seu.