Houve uma queda repentina no número de transações na rede do Bitcoin. Entenda porque isso provavelmente é uma coisa boa.

Resumo da notícia:

  • O número de transações diárias caiu drasticamente no blockchain do Bitcoin.
  • Provavelmente, a Coinbase já colocou suas transações de Bitcoin em lote.
  • O agrupamento de transações (transaction batching) ajuda significativamente a diminuir o congestionamento da rede.

Leia também:
++ Como economizar em taxas de bitcoins
++ Bitcoin caiu menos que mercado de ações
++ Stablecoins imprimem quase US$160 milhões e preço do Bitcoin sobe

Queda nas transações significa menos pessoas usando Bitcoin?

O número de transações diárias no blockchain do Bitcoin caiu drasticamente para os níveis de março de 2019. À primeira vista, isso pode parecer ruim para o Bitcoin, pois poderia implicar em queda no uso.

Mas esse não é o caso, argumenta Nic Carter, fundador do provedor de dados de criptomoedas CoinMetrics. Ele disse que há uma razão subjacente para essa queda e o resultado final é bom para o Bitcoin.

Em uma série de tweets, Carter observou que havia um “aumento definitivo no batching na semana passada”. Ele mostrou que as transações de Bitcoin estão aumentando em tamanho, enquanto diminuindo em número, o que indica que mais transações estão sendo feitas em lotes.

mais transações maiores na rede (mais outputs)
Gráfico que indica o aumento do batching de transações na rede Bitcoin, segundo Nic Carter

E isso coincidiu com o anúncio da Coinbase de que começaria a processar as transações em lotes, coisa que a maioria das exchanges menores já tinham feito. Mas a Coinbase, que é uma gigante americana, estava procrastinando por algum motivo.

O lote de transações de Bitcoin é o processo de unificar várias transferências de Bitcoin em uma única transação – mais complexa -, economizando espaço nos blocos. Essa “embalagem” reduz a carga que a Coinbase coloca na blockchain em mais de 50%.

Isso é ótimo para o Bitcoin

Na última semana, o preço do Bitcoin foi reduzido pela metade. De acordo com uma pesquisa da Multicoin Capital, o congestionamento da rede tornou a queda mais forte do que poderia ter sido.

Como explicou Kyle Samani, sócio-gerente da Multicoin Capital, quando o preço caiu, houve um aumento repentino nas transações de Bitcoin. O que acabou congestionando a rede, levando a atrasos e taxas mais altas.

Isso tornou mais difícil mover bitcoins entre as exchanges, o que levou a grandes quedas em algumas corretoras específicas, como a exchange de futuros de Bitcoin BitMEX.

Portanto, com a Coinbase agrupando suas transações, isso libera mais espaço na rede Bitcoin. E então se outra queda de preço acontecer, o mercado poderá ser mais resiliente.

Isso é parte do motivo pelo qual os clientes pediam há mais de dois anos para a Coinbase tomar essa medida.