A Bitmain continua na liderança no competitivo mercado de mineração de bitcoins, mas agora ela enfrenta uma competição ferrenha e problemas internos, aponta relatório da Bitmex.

No auge da sua dominância em 2017 a Bitmain tinha 75% do marketshare. Hoje, a competição chegou ao mercado de ASICs e o share da Bitmain caiu para 45%.

Com as ASICs Whatsminer tão eficientes quanto os produtos da Bitmain a MicroBT conseguiu conquistar 35% do mercado.

“Os produtos da MicroBT têm sido mais eficientes em termos de energia que o Bitmain durante a maior parte de 2019 até hoje, com o Whatsminer M30S ++ operando a cerca de 31 J / TH. No entanto, isso está um pouco atrás do novo produto Antminer S19 Pro da Bitmain, a 30 J / TH.”, afirmou a Bitmex

Abaixo podemos ver a eficiência de cada top ASIC em J/Th: 

Bitmain eficiência

O relatório da Bitmex afirma que o mercado de ASIC vai continuar se consolidando e que em provavelmente teremos apenas 2 ou 3 empresas no longo prazo. 

A dominância chinesa também está perdendo força, “enquanto a China ainda é dominante em relação à manufatura ASIC, geograficamente a China está perdendo participação nos negócios de operadores de fazendas de mineração na Europa e na América do Norte.” 

Veja também: Fazenda para minerar Bitcoin do tamanho de 57 campos de futebol vai abrir nos EUA