Ressaltando que existe “um desequilíbrio” na forma como cada país da UE lida com criptomoedas, a ESMA exige uma estrutura regulatória comum em todos os países europeus.

A Autoridade Europeia de Valores Mobiliários e Mercados (ESMA), a principal autoridade reguladora da União Eeuropeia, advertiu que a inflação crescente pode levar os investidores de varejo às criptomoedas, a autoridade reguladora também solicitou uma estrutura legal formal para governar a indústria de cripto em todos os países da UE.

A presidente da ESMA, Verena Ross, disse em uma entrevista na semana passada que, “com a inflação aumentando, os investidores procurarão investimentos que sejam capazes de tentar compensar a inflação e trazer maiores retornos, o que pode levar a uma maior tomada de riscos, algo que estamos monitorando de muito perto.”

Muitos investidores acreditam que o bitcoin é um grande hedge contra a inflação, entretanto, o ativo é altamente volátil. Atualmente, cada país da UE estabelece suas próprias regras sobre criptomoedas, tomando decisões com base nas leis locais. Não há uma estrutura comum para o setor.

Passfolio

Não existe uma estrutura reguladora da UE para este tipo de entidades no momento e, portanto, atualmente existe um desequilíbrio na forma como os supervisores nacionais lidam com estas entidades e como eles as julgam. É aí que um marco regulatório comum ajudará.

Verena Ross detalha

No mês passado, o Parlamento Europeu concedeu à ESMA o poder de regulamentar o emissor de cripto e os prestadores de serviços.

O Parlamento Europeu e o Conselho Europeu estão atualmente considerando o projeto de lei Markets in Crypto-Assets (MiCA). A legislação, introduzida em 2020, fornece uma estrutura legal para que os mercados de criptoativos se desenvolvam dentro da UE.

Leia também:

Compre Bitcoin na Coinext
Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br