Em mais um caso envolvendo Celso Russomanno e o mercado de criptomoedas, o apresentador do Programa Patrulha do Consumidor também afirmou que o Bitcoin não existe e duvidou da existência de entidades honestas no mercado.

No programa exibido no sábado (08) pela Rede Record, Russomanno repercutiu uma nota da ABCripto (Associação Brasileira de Criptoeconomia) publicada em primeira mão pelo Cointimes e atacou fortemente o bitcoin.

“Muita gente ficou zangada porque eu disse que investir em Bitcoin é inseguro”, afirmou o apresentador se referindo à nota da ABCripto.

Veja a nota na íntegra: ABCripto solta nota de repúdio contra Celso Russomanno

Ele duvidou que exista alguém sério no mercado de criptomoedas, prejudicando em rede nacional todo um mercado ainda em desenvolvimento por mera ignorância.

“Pode até ser que tenha gente séria nesse mercado, pode até ser, não estou garantindo, mas eu vou continuar dizendo que uma moeda virtual não tem garantia, não tem garantia, de fato ela não existe.”

Como algo que não existe vale R$64 mil? Qual a garantia do real, Celso? 

O real, assim como grande parte do dinheiro usado no mundo, não tem garantia. Parece que o apresentador ficou preso na década em 1971, antes do fim de Bretton Woods – sistema que garantia a troca de dólar por ouro.

E sim, o Bitcoin é um protocolo que existe. Aliás, se fôssemos comparar o Bitcoin com empresas, ele seria maior que o Itaú em alguns aspectos.

The Bitcoin Business

Veja mais dados sobre o tamanho do Bitcoin no post: “E se o Bitcoin fosse uma empresa? Quão grande ela seria?

Como sacar Bitcoin?

Celso, assim como muitas pessoas, confunde o Bitcoin com golpes e pirâmides financeiras. Isso fica claro quando ele fala: “Eu não conheço uma pessoa… pelo menos todas as que me procuraram foram vítimas de golpes com moedas criptografadas”

Claro, todas as pessoas que procuraram Celso foram vítimas de golpe, seria estranho se elas procurassem o apresentador do Patrulha do Consumidor para elogiar empresas sérias. Utilizar uma falácia anedótica em rede nacional para provar um ponto é no mínimo vergonhoso.

Só na corretora Foxbit há mais de 500 mil investidores de criptomoedas, e nos Estados Unidos a Coinbase já ultrapassou os 30 milhões de usuários. E esses são alguns exemplos de empresas de criptomoedas que possibilitam a conversão de bitcoin em reais e vice-versa, sem falsas promessas de lucros exorbitantes.

É muito simples negociar bitcoin, basta ver nosso tutorial: Onde e como comprar Bitcoin no Brasil (2020)

Celso Russomanno cairia em uma pirâmide!

Entretanto, o mais preocupante não é atacar o mercado de criptomoedas e sim dar uma informação errada em rede nacional em um tópico que literalmente vale dinheiro.

Ao falar sobre uma atriz que aparentemente tinha caído em uma das pirâmides e procurado ele para obter algum auxílio, Celso disse que falou para ela tentar resgatar os bitcoins. “Se você conseguir resgatar seus bitcoins, eu vou acreditar no local onde você está investindo.”, disse ele.

No entanto, confirmando sua ignorância sobre o assunto, Celso Russomanno pede para a suposta vítima de um golpe que faça a análise mais rasa e inútil que a investidora poderia fazer sobre um modelo de negócio: ver se está “pagando certinho”.

A realização bem sucedida de saques é perfeitamente possível no início de um esquema de pirâmide financeira, e é justamente assim que eles conseguem a confiança dos incautos.

Pessoas cegas pela ganância e ignorantes o suficiente a ponto de não fazer uma análise mais profunda, apenas testam um saque, e, se der certo, compartilham o golpe.

Ou seja, se você seguir o conselho de Celso Russomanno eventualmente cairá em um golpe de pirâmide financeira, pois eles pagam os novos investidores com o dinheiro dos antigos, e apenas ao não encontrarem mais vítimas, o sistema quebra.

O apresentador que complementa Celso continua dizendo que “um outro ponto que as pessoas têm que tomar cuidado também é que às vezes a promessa é muito grande”.

E esse comentário foi no sentido correto, um investidor deve analisar cada proposta não só conhecendo o modelo de negócios utilizado, mas sabendo qual a margem de lucro que o mercado oferece naquele setor. Sem essas informações, se faz como o Cidade Alerta e acredita que 7% ao dia não é irreal ao anunciar o InvestimentoBitcoin em rede aberta para inúmeras pessoas caírem no golpe.

Para não cair em golpes e pirâmides recomendamos o podcast Conexão Satoshi “Pirâmides Financeiras – Como você ainda cai nelas?”

Escrita com a colaboração de Gustavo M.