Coingoback

Muita gente é introduzida ao mundo das criptomoedas com a ideia de que “é só comprar na baixa e vender na alta” para ganhar dinheiro, mas os dados nos mostram como essa estratégia é complicada.

Enquanto um estudo da FGV mostrou que apenas 1% dos day traders conseguem ganhar dinheiro com a atividade, o famoso “buy and HODL” – comprar bitcoin constantemente garantindo um bom preço médio – tem se mostrado uma estratégia segura e lucrativa.

Primeiro vale lembrar que o Bitcoin e outras criptomoedas são moedas digitais. A ideia de investimento de longo prazo ou ativo especulativo é individual, cada pessoa utiliza o software aberto da maneira que prefere, e adquire as moedas com seus próprios objetivos.

Dados do LookIntoBitcoin nos mostram que 99,9% dos dias se mostraram lucrativos para comprar Bitcoin. O gráfico, que mostra o preço da criptomoeda em escala logarítmica, separa dias bons em verde e dias no prejuízo em vermelho.

Veja abaixo como ele está hoje, um dia em que o principal criptoativo do mercado alcançou mais uma vez sua alta histórica, desta vez superando os US$63.500.

Bitcoin Profitable Days, gráfico

Com o recente recuo para US$ 62.934, no momento da escrita deste artigo, as únicas moedas compradas no prejuízo pelos hodlers estão nessa curta variação desta terça-feira (13/04).

A importância de não vender

Para os buy and hodlers de Bitcoin, existem duas teses bem aceitas que motivam as mãos fortes (enquanto isso, os vendedores são comumente reconhecidos como mãos de alface). Uma diz que o potencial do BTC é se tornar o ouro da próxima geração, uma reserva de valor tão robusta que só deve ser vendida em momentos de necessidade. A outra tese acredita que o Bitcoin será utilizado diretamente como moeda, portanto não há razão para trocá-lo por moeda fiduciária.

Meme: Neo, do Matrix, não vai precisar vender seus bitcoins

Alguns até mesmo costumam oscilar entre uma tese e outra, separando uma quantidade para guardar como ouro digital e outra que só irão utilizar quando os lojistas locais estiverem aceitando Bitcoin diretamente em suas carteiras.

Mas qual a melhor forma de acumular bitcoins?

Tentar acertar os melhores momentos para comprar e vender, em trades que possuem a finalidade de ganhar mais dinheiro em menos tempo pode ser uma atividade traiçoeira, como mostrou o estudo que percebeu que 99% dos day traders saíam no prejuízo. A pesquisa, encomendada pela CVM, descobriu também que o desempenho deles pioravam com o tempo, ao invés de melhorar com a prática e treino.

Além disso, o tempo dedicado ao estudo do trading pode desviar o foco das atuais fontes de renda, muitas vezes levando pessoas – tentadas pela ganância – a trocar seu trabalho estável pela atividade arriscada do day trade.

Em vez de estar especulando constantemente, a simples recorrência na compra tem se mostrado uma estratégia extremamente lucrativa, considerando a insana tendência de alta do Bitcoin desde seu nascimento em 2009.

De acordo com o simulador BitcoinHodler.io, compras mensais de 50 reais (aproximadamente US$ 8,80) desde o início de 2016 até hoje resultaria em 0,3 bitcoin. Isso se refletiria em quase 108 mil reais em poder de compra, gastando apenas cerca de R$ 3.000.

Gráfico: simulação de buy and hodl começando em janeiro de 2016

Essa simulação pode ter sido impressionante por começar em janeiro de 2016, mas o melhor dessa estratégia é que não é necessário acertar o tempo certo do mercado. Tomemos como exemplo alguém que investe o mesmo valor mensal a partir de dezembro de 2017, mês em que o Bitcoin atingiu pela primeira vez seu pico de US$ 20.000.

Gráfico: simulação de buy and hodl começando em dezembro de 2017

Nesse caso, o investidor demorou um ano e seis meses para estar no lucro, mas o acúmulo durante o mercado em baixa acabou sendo enormemente recompensado hoje. A estratégia do buy and hodl nesse caso resultou em 0,044 BTC em carteira, com o poder de compra equivalente a R$ 15.800 gastando apenas aproximadamente R$ 1.940.

E para comprar constantemente sem preocupações sobre as oscilações de curto prazo, a melhor estratégia é garantir uma assinatura no Coingoback Loop. Você paga R$ 100, R$ 250 ou R$ 500 todo mês no cartão de crédito ou débito, de forma simples e fácil.

Na plataforma, você consegue acompanhar o saldo do seu portfólio, lucro (em reais e em porcentagem), o preço médio de compra e o valor investido. Além disso, pode sacar os bitcoins para sua carteira após 1 mês da primeira, para garantir a custódia das moedas e garantir a estratégia de hold.

Conclusão

Dessa forma, para um bitcoiner com uma tese bem definida de longo prazo, a melhor estratégia não tem sido tentar prever o mercado com negociações arriscadas, mas apenas acumular garantindo um bom preço médio.

E principalmente, não abandonando as suas compras mensais em períodos de bear market, pois estes são os melhores momentos para adquirir moedas baratas. Se o Bitcoin realmente estiver aqui para ficar, o acúmulo será recompensado.

A plataforma de cashback em criptoativos Coingoback agora permite que os investidores de Bitcoin possam acumular bitcoins todos os meses com um cartão de crédito ou débito, realizando a estratégia de preço médio para o longo prazo. Uma estratégia que tem funcionado para o BTC desde o início da criptomoeda.

Siga o canal do Cointimes no Telegram!


BitPreço, o maior marketplace da América Latina. Compare os preços das principais exchanges do Brasil e mundo, e compre Bitcoin, Ethereum e USDT pelo melhor preço sempre.

Crie sua conta grátis agora!