• O preço da STX subiu mais de 77% após o anúncio de participação no programa The Bitcoin Odyssey; que deve trazer DeFi para Bitcoin.
  • A Stacks, plataforma para implementação de DApps e contratos inteligentes no Bitcoin que está sendo utilizada em Miami, recebeu investimento da exchange OKX, que já vem investindo no Brasil.
  • O prefeito do Rio de Janeiro pode ter a Stacks em seu radar, como plataforma para o lançamento da Crypto Rio, aprendendo com a MiamiCoin.

Aposta da OKX em DeFi para Bitcoin

Quando falamos em DeFi, contratos inteligentes e aplicativos descentralizados, dificilmente pensamos primeiro em Bitcoin. O primeiro nome que vem à mente é provavelmente Ethereum e toda sua gama de competidores focados em criar este ecossistema financeiro.

Mas o grupo asiático OK Blockchain Foundation, desenvolvedores da OKX (antiga OKex), têm uma ideia diferente sobre isso e acreditam que a força do Bitcoin deveria ser utilizada na criação de um ecossistema DeFi de sucesso.

Alex Chizhik – chefe de listagens da OKX – destacou o potencial do Bitcoin como a rede mais descentralizada de todo o ecossistema, afirmando que, justamente por esse motivo, “deve permanecer no epicentro da adoção de criptomoedas”.

Alex Chizhik em entrevista

E seguindo a máxima dos investimentos, a empresa literalmente “colocou seu dinheiro no mesmo lugar de suas falas”, trazendo um aporte financeiro para o projeto Stacks (STX), que visa exatamente trazer estas funcionalidades existentes na Web3 para a rede de criptomoedas líder do mercado, trazendo o mercado DeFi para a rede Bitcoin.

Stacks e “The Bitcoin Odyssey”

O mercado reagiu de forma positiva imediatamente após o anúncio da OKX em investir na Stacks e incluir a plataforma em seu programa de investimentos chamado “The Bitcoin Odyssey”, que irá destinar US$ 165 milhões para o projeto com o objetivo de “acelerar a adoção do bitcoin”.

STX viu uma alta de 77% em apenas duas horas, mas depois o preço corrigiu e ela já acumula valorização de aproximadamente 44% desde o anúncio do programa de incentivo que quer trazer DeFi para Bitcoin.

Gráfico STX/USD mostrando as valorizações

A Stacks está sendo desenvolvida pela Blockstack PBC, fundada por Muneeb Ali e Ryan Shea, com o objetivo de suprir a demanda de soluções de contratos inteligentes (smart contracts); aplicativos descentralizados (DApps); tokens não-fungíveis (NFT) e finanças descentralizadas (DeFi) usando a rede do Bitcoin como camada base para estas ferramentas.

Stacks, MiamiCoin e Crypto Rio; Estaria o Rio de Janeiro de olho no projeto?

A Stacks (STX) é o projeto que está sendo utilizado pelo prefeito de Miami – Francis Suarez – para a criação da MiamiCoin que quer financiar os serviços públicos da cidade utilizando mineração e DeFi para Bitcoin para obter rendimentos em STX e BTC.

Saiba mais: Miami lançará criptomoeda para financiar serviços públicos

Não sabemos se o Rio de Janeiro seguirá o mesmo caminho no Brasil, mas já sabemos que Eduardo Paes se encontrou com Francis Suarez algumas vezes para discutir a implementação de uma ferramenta similar no tesouro de sua prefeitura, com a criação da Crypto Rio.

Saiba mais: Rio de Janeiro irá criar criptomoeda própria e investir 1% do Tesouro em cripto, diz prefeito

E também sabemos que a OK Blockchain Foundation está de olho (e com dinheiro) no Brasil, ao realizarem um grande investimento na exchange brasileira, Foxbit.

O que acha? Deixe sua opinião nos comentários nas redes sociais | Telegram | Twitter | Facebook | Instagram | do Cointimes!

Compre Bitcoin na Coinext
Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br