Coingoback

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) publicou uma nota rejeitando um acordo com a Unick Forex.

A Unick Forex queria pagar meio milhão de reais para encerrar o processo “PAS CVM SEI 19957.000238/2019-82”. Desse valor R$ 350 mil seriam pagos pela Unick e o resto por Leidimar (chefe do esquema) e seus sócios.

Entretanto, a autarquia se viu impedida de aceitar o acordo por dois motivos: falta de ressarcimento aos investidores e inexistência de provas sobre o fim da atividade.

Para o CTC, ainda que os impedimentos apontados pela PFE viessem a ser superados, o caso concreto demanda o posicionamento do Colegiado da CVM em sede de julgamento.

O Ministério Público aponta que mais de 1 milhão de pessoas foram lesadas no esquema.

O caso Unick Forex

O esquema prometia ganhos diários de até 3% ao dia. Os ganhos seriam obtidos no mercado Forex, arbitragem e mineração de bitcoin e outros “negócios”.

Claro, nem os melhores investidores do mundo conseguem de forma consistente ganhos tão altos diariamente.

OPor esse motivo o Cointimes foi um dos primeiros portais a pontar as irregularidades da Unick e prenunciar seu fim.

No final de fevereiro de 2019 a Unick já estava atrasando pagamentos, como mostramos no vídeo abaixo:

Contudo, a pirâmide só caiu após a operação Lamanai, que prendeu os líderes da Unick Forex.

Veja também: Esse homem é o verdadeiro líder da Unick Forex?


BitPreço, o maior marketplace da América Latina. Compare os preços das principais exchanges do Brasil e mundo, e compre Bitcoin, Ethereum e USDT pelo melhor preço sempre.

Crie sua conta grátis agora!