A companhia canadense Blockstream poderá ajudar o governo de El Slavador na criação do que pode se tornar o primeiro título de dívida pública emitido usando bitcoin.

De acordo com Samson Mow,  CSO da Blockstream, há conversas com as autoridades de El Salvador para a criação de títulos de dívida em dólar utilizando o blockchain federado baseado no Bitcoin, Liquid Network.

Segundo a proposta, o governo criaria um token securitizado em blockchain. O dívida seria dolarizada e provavelmente utilizaria a stablecoin Tether, que está disponível na Liquid desde 2019. Qual a vantagem? Os custos para a emissão em um blockchain federado são pequenos, as transações são 24/7 e não fecham em feriados e as negociações podem ser globais. 

Além disso, a companhia criou um sistema que permite a limitação de negociação de acordo com determinadas regras, como endereços com KYC e outros critérios regulatórios. O blockchain federado baseado no blockchain do Bitcoin utiliza o BTC como moeda base, mas cria um sistema completamente diferente do bitcoin.

Na Liquid, por exemplo, a entrada e saída de bitcoins é controlada por entidades centralizadas escolhidas pela Blockstream. A Liquid, diferente da rede do BTC original, esconde os valores negociados, mas não os endereços que foram usados para a negociação e nem mesmo o tempo das transações. 

Isso permite o monitoramento das atividades de cada endereço e dá o controle de saída e entrada de recursos aos participantes da federação, que é composta por corretoras de bitcoin e grandes empresas do setor. 

Essa seria a primeira vez que um governo emitiria dívida usando o BTC, mas não utilizando a tecnologia do blockchain. Em abril, o Banco de Investimentos da Europa – cujos donos são os Estados da UE – lançou títulos públicos no blockchain do Ethereum.

Compre e venda Bitcoin e outras criptomoedas na Coinext
A corretora completa para investir com segurança e praticidade nas criptomoedas mais negociadas do mundo.
Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br