A polícia sul-coreana manteve suas conclusões de que o ato ilegal do funcionário foi puramente pessoal e não envolveu o fundador do Terraform Labs Do Kwon.

A Polícia Metropolitana de Seul começou uma investigação contra um funcionário da Terraform Labs, que supostamente está envolvido no desvio de fundos corporativos em bitcoin em maio.

Após uma investigação conduzida pela polícia de Seul, as autoridades solicitaram o congelamento dos fundos do funcionário em exchanges e, em seguida, procederam a uma investigação.

O funcionário não teve sua identidade divulgada, mas a polícia de Seul afirmou que, após investigações, descartam o envolvimento do fundador Do Kwon.

Enquanto isso, a polícia solicitou que as plataformas locais Upbit e Bithumb impedissem a Luna Foundation Guard de retirar fundos de contas mantidas em exchanges de ativos digitais.

No entanto, a paralisação solicitada pela polícia não é obrigatória pela lei sul-coreana, de modo que as exchanges têm a opção de fornecer ajuda para a LFG, fundação criada para proteger os investidores do projeto Terra. 

O Terra 2.0 entrou em operação em 28 de maio como plano de renascimento do ecossistema Terra. No entanto, o resultado foi um grande fracasso.

Leia também:

A NovaDAX está cheia de novidades!

Uma das maiores corretoras de criptoativos do Brasil agora ZEROU as taxas para saque em real!

A NovaDAX também conta taxa zero para transações de Bitcoin e mais de 110 moedas listadas, com saque disponível na hora e alta liquidez. 

As criptomoedas com as melhores taxas do mercado! Basta ativar o programa gratuito Novawards e aproveitar taxas reduzidas em até 75%.

Conheça ainda o Cartão NovaDAX e peça já o seu.