No mesmo dia em que Pieter Wuille, desenvolvedor do Bitcoin Core desde 2011, deixou seu cargo de mantenedor do código, a desenvolvedora Gloria Zhao assumiu a posição e tornou-se a primeira mulher conhecida a receber chave de acesso ao principal Github do Bitcoin.

Como o Bitcoin é um software livre de código aberto, qualquer pessoa pode ler, revisar e propor mudanças ao código. E assim a programadora americana Gloria Zhao, sob o codinome de “glozow” começou a contribuir com o desenvolvimento do Bitcoin Core há cerca de 2 anos.

Com o apoio financeiro da Square Crypto (agora chamada de Spiral) e da Fundação de Direitos Humanos, Zhao se tornou desenvolvedora do Bitcoin em período integral a partir de janeiro de 2021. Ela começou contribuindo com um projeto que visou melhorar a forma como as transações “agrupadas” são retransmitidas para a rede.

Sobre a experiência de trabalhar como desenvolvedora do Bitcoin, Zhao comentou em um podcast recente que existem muitas diferenças entre isso e um emprego comum, mas a principal é não ter um chefe. O Bitcoin, obviamente, não tem um CEO ou um criador responsável pelo direcionamento do projeto.

“No dia a dia, eu diria que, fora algumas mudanças culturais e de comunidade, é quase como qualquer outro projeto de software, exceto por não ter um chefe, nós apenas revisamos os PRs [pull requests; sugestões de mudança no código] uns dos outros porque nos importamos com eles e porque eles são importantes para o Bitcoin. Nós consertamos bugs porque se eles continuarem no cliente a rede pode ter alguns problemas, não porque algum chefe nos mandou fazer isso.”

Nesta quinta-feira (7), então, com indicações de colegas como Michael Ford, Gloria foi concedida a chaves de mantenedora do Github do Bitcoin Core, se juntando a Marco Falke Wladimir J. van der Laan, Michael Ford, Hennadii Stepanov e Andrew Chow.

Conforme apontado por Jameson Lopp, ex-desenvolvedor do Bitcoin, Gloria Zhao se tornou a primeira mulher conhecida a assumir o cargo de mantenedora, já que alguns anônimos passaram pelo projeto. O próprio Satoshi Nakamoto, apesar de assumir um nome masculino, pode ter sido uma mulher.

Como dito anteriormente, a entrada de Gloria coincidiu com a saída de Pieter Wuille deste grupo seleto, um desenvolvedor de longa data do Bitcoin Core, mas que esclareceu no Twitter que não estaria deixando de contribuir para o Bitcoin, mas apenas abrindo mão da chave de mantenedor.

O que é Bitcoin Core e o que fazem os mantenedores

O Bitcoin Core é a implementação mais utilizada da criptomoeda Bitcoin, cujo código é rodado por 96,9% dos nodes da rede, de acordo com o Coin Dance. Mas, como uma rede descentralizada, os desenvolvedores criam implementações diferentes que comunicam-se entre si, como Bitcoin Knots e Bitcore, que são utilizados por cerca de 2,74% dos nodes de Bitcoin.

Geralmente os programadores utilizam o Github como uma ferramenta de trabalho para comunicação e organização do desenvolvimento da criptomoeda. Lá eles podem testar e comentar os códigos uns dos outros, por exemplo, e criar discussões para chegar em consenso.

As chaves de mantenedores do código são concedidas a um pequeno grupo de pessoas por questão de organização e segurança, e esses poucos programadores ficam encarregados de aprovar alterações ao código principal. No entanto, todo o processo continua pouco (ou nada) dependente de confiança na medida em que há transparência sobre o que está sendo feito e as atualizações ao código são voluntárias.

De acordo com o site oficial do Bitcoin Core, os mantenedores desempenham uma função de “zeladores” fundindo remendos de código que a equipe concorda que devem ser fundidos. “Eles também atuam como um controle final para garantir que os remendos estejam seguros e em linha com os objetivos do projeto. O papel dos mantenedores é por acordo dos colaboradores do projeto.”

Veja também:

Passfolio