O presidente russo, Vladimir Putin, voltou a falar sobre criptomoedas, observando os “altos riscos” associados aos ativos virtuais. 

No entanto, o líder russo também reconheceu que as moedas digitais podem ter um futuro sólido e é necessário acompanhar seu desenvolvimento.

Putin ainda é cauteloso em relação às criptomoedas

Falando no Fórum de Investimentos da Capital VTB “Russia Calling” 2021, o presidente russo observou que os criptoativos ainda carregam muitos riscos sérios. Segundo ele:

“Quanto às criptomoedas, são proibidas em alguns países. Não é amparado por nada, a volatilidade é alta, os riscos são altos. Também acredito que precisamos ouvir quem fala sobre os altos riscos.”

Ao mesmo tempo, ele não descartou que pode haver um futuro para as criptomoedas, enfatizando que agora é necessário monitorar cuidadosamente todo o processo à medida que ele se desenvolve.

Rússia e as criptomoedas

Na Federação Russa, as criptomoedas ainda não foram regulamentadas de forma abrangente. 

Embora a lei “Sobre Ativos Financeiros Digitais”, que entrou em vigor em janeiro, forneça alguma clareza sobre moedas virtuais e certas atividades relacionadas, como sua emissão, muitos aspectos como mineração e tributação ainda exigem regulamentação por meio de nova legislação.

O Banco da Rússia continua firmemente contra a legalização do bitcoin e similares como meio de pagamento e recentemente propôs a introdução de responsabilidade legal para tais usos. 

Em setembro, o secretário de imprensa de Putin, Dmitry Peskov, também assumiu uma postura dura sobre o assunto, deixando claro que a Rússia não tem motivo e não está pronta para reconhecer o bitcoin como moeda legal.

O comentário mais recente de Putin sobre criptomoedas não é o primeiro neste ano.

Em entrevista à CNBC à margem do Fórum de Energia Russo em Moscou em outubro passado, ele admitiu que o dinheiro digital descentralizado poderia um dia ser empregado em acordos de comércio de petróleo, embora tenha dito que ainda é muito cedo para isso.

Além disso, acusou os Estados Unidos de minar sua própria moeda e apontou que os acordos denominados em dólares americanos estão diminuindo, ao tempo que os países estão reduzindo suas reservas em dólares.

O Kremlin tem perseguido funcionários que detêm criptomoedas como parte de seus esforços para combater a corrupção no governo. 

Em agosto, a administração presidencial publicou um decreto assinado por Putin instruindo vários ministérios e o banco central a verificar as declarações feitas por funcionários do governo sobre seus ativos digitais.

Leia mais:

A NovaDAX está completando três anos!

Uma das maiores corretoras de criptoativos do Brasil completa três anos no mês de novembro e quem ganha é você! 

Serão até 30 moedas com taxa zero para transações e mais de 80 moedas listadas, com saque disponível na hora e alta liquidez. 

As criptomoedas com as melhores taxas do mercado! Basta ativar o programa gratuito Novawards e aproveitar taxas reduzidas em até 75%.

Conheça ainda o Cartão NovaDAX e peça já o seu.