As incertezas sobre o futuro da economia global estão fazendo com que os seus principais atores, os bancos, se preparem para uma possível crise econômica.

Dessa vez o HSBC anunciou que vai demitir mais alguns milhares de funcionários.

Recomendações de notícias:

++Próxima crise econômica será um grande teste para o Bitcoin

++ Crise de 2008: Como o bitcoin poderia ter impedido?

HSBC vai demitir outros milhares

O anúncio vem da sede inglesa do HSBC e acontecem logo após a demissão de 4.700 funcionários no seu setor de investimentos, como noticiamos aqui.

Similarmente ao que aconteceu da última vez, as demissões serão principalmente na Europa. Em outras palavras, o mercado europeu está ficando pouco interessante ao banco que vem expandindo sua participação na Ásia:

Há vários modelos sendo rodados. E nós nos perguntamos por que temos tantas pessoas na Europa quando nós temos ganhos de dois dígitos em partes da Ásia

A frase acima, de um funcionário que não quis revelar sua identidade ao Financial Times, resume o que está acontecendo. Acima de tudo, vemos que a novela interminável do Brexit, somado a guerra comercial entre China e EUA tem afetado as ações de grandes bancos.

Entretanto, podemos também ligar a demissão em massa dos bancos a política de juros baixos ou até mesmo negativos dos Bancos Centrais. Tal medida dificulta o lucro no mercado de empréstimos.


Invista seu dinheiro para realizar seus maiores sonhos, quer saber como investir em Bitcoin? Do zero ao limite, aprenda agora, é de graça!


Medo da crise?

Logo é possível concluir que os bancos estão temendo uma possível crise mundial? Bom, já foram mais de 60 mil postos de trabalhos cortados nesse ano.

É claro que não é apenas uma reestruturação simples, em tempos de euforia geralmente se contrata, mas quando você vê uma crise por perto, o se deve fazer? Demitir é a resposta óbvia.