Renan Santos, coordenador nacional do MBL, soltou um vídeo no canal principal do movimento atacando Paulo Guedes, os bancos e incentivando o uso de Bitcoin.

Em um vídeo explicativo sobre o movimento que ficou conhecido na mídia como “a revolta das sardinhas”, Renan Santos criticou fortemente o sistema financeiro mundial chamando-o de “jogo de cartas marcadas”.

O ativista político chamou atenção para o excesso de liquidez (dinheiro impresso) proveniente dos bancos centrais e como isso está inflacionando os ativos financeiros na bolsa de valores e aumentando a desigualdade social. 

Segundo relatório do banco UBS, a fortuna dos bilionários subiu 27,5% entre abril e julho de 2020, chegando a US$10,2 trilhões ou quase 10 vezes o PIB do Brasil. 

“As conclusões do relatório do UBS mostrando que os super-ricos estão ficando ainda mais ricos são um sinal de que o capitalismo não está funcionando como deveria.”

afirmou Josef Stadler, chefe do departamento global de family office da UBS que lida diretamente com as pessoas mais ricas do mundo.

Enquanto isso, o desemprego no Brasil subiu e já está em 14,1 milhões (14%) com perspectivas de chegar a 17% da população ativa em 2021. 

Paulo Guedes, a p** dos bancos?

Renan também não poupou críticas ao atual Ministro da Economia. Paulo Guedes foi acusado de compactuar com os bancos em detrimento do resto da população.

Todo mundo faliu, todo mundo ficou mais pobre. Mas esses filhos da p** apoiados pelo Paulo Guedes, que é a putinh* deles pendurada no Ministério da Economia estão enchendo as burras de dinheiro

Desde o começo da pandemia, Guedes relutou em dar o auxílio emergencial, enquanto o governo federal propunha diminuição da tributação bancária, nova CPMF e renunciou a R$331,18 bilhões em arrecadação.

Esta não é primeira vez que Guedes, banqueiro fundador do Banco BTG Pactual privilegia o cartel do sistema financeiro. Em plena pandemia do novo coronavírus, o governo federal se apressou para garantir R$1,2 trilhão para os bancos, garantiu a compra com dinheiro público, através do Banco Central, de moedas podres aos investimentos do setor que deram prejuízo, além de ter feito a primeira redução do imposto sobre o setor que mais lucra no país há 40 anos. E numa ação ainda mais gritante e escandalosa, o Ministro da Economia entregou ao BTG Pactual uma carteira de crédito do Banco do Brasil avaliada em R$2,9 bilhões.“ – afirmou Carlos Vasconcellos, jornalista da Seebrio.

“Se você é jovem, entre nas criptomoedas”

Por fim, o líder do movimento que derrubou Dilma Rousseff  incentivou o uso de criptomoedas para sua base:

Uma coisa eu vou concordar com o libertário, mais extremista ou ancap… o nosso sistema financeiro não deve ser incentivado. Se você é jovem, entre nas criptomoedas. Vá procurar o bitcoin, vá procurar o ethereum.”

Não é de hoje que o Movimento Brasil Livre flerta com o bitcoin, eles começaram a aceitar a criptomoeda em 2014 e segundo dados do blockchain.info já receberam 0,07546364 bitcoins em doação.

Confira o vídeo completo abaixo:

Compre Bitcoin na Coinext
Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br