Passfolio

Os preços dos metais preciosos aumentaram na quinta-feira (02), saindo da queda do início da semana e voltando à alta alcançada no mês passado.

A mudança vem à medida que o rendimento do Tesouro aumentou TMUBMUSD10Y, 2,901% e o dólar DXY, -0,40% recuou, tornando os metais preciosos mais atraentes em comparação.

Enquanto os contratos futuros de ouro (GC00, 1.07%) subiram 0,5% sendo negociados a US$1.858 por onça, a prata (SI00, 1.37%) subiu 1% a US$22,15 por onça. A platina (PL00, 1.62%) lidera o mercado com base em seus ganhos da sessão de ontem, sendo negociada 1,5% acima de US$1.011, e o paládio (PL00, 1.62%) subiu 0,4% a US$2.010 por onça.

Aakash Doshi, um analista de metais preciosos do Citi, em nota aos seus clientes, argumentou que uma confluência de fatores está conspirando para manter um limite no preço do ouro, “também parece provável que algum prêmio de risco geopolítico tenha diminuído à medida que o mercado absorveu o conflito Rússia/Ucrânia.”

Passfolio

Uma equipe de analistas do Commerzbank explicou porque os preços da platina aumentaram recentemente, informando que “é provável que a platina lucre com o aumento da demanda da indústria automotiva que é esperada este ano pelos observadores do mercado”, escreveu Daniel Briesemann, esperando o aumento da demanda da indústria provinda da dissipação na crise da cadeia de suprimentos.

As perspectivas para os metais industriais eram mais mistas, pois o preço do alumínio caiu enquanto o do cobre subiu depois que um popular indicador da atividade de fabricação dos EUA – o S&P Global U.S. manufacturing PMI – mostrou a atividade desacelerando em maio para um mínimo de quatro meses.

Metais preciosos costumam ser uma alternativa para diversificação da carteira de investimento e hedge, por isso, se você tiver interesse em investir em ações norte-americanas e metais preciosos, crie a sua conta na Passfolio ainda hoje e comece a lucrar mais.

Leia mais: 

Passfolio