O investidor americano de capital de risco, Tim Draper, comentou recentemente sobre o Bitcoin, sugerindo que millennials precisam investir em Bitcoin se quiserem garantir seu futuro financeiro.

Na quarta-feira (22), Draper deu seus conselhos em uma entrevista à Foxbusiness.


Notícias recomendadas:
++ Os melhores investimentos para 2020
++ O uso da Lightning Network vai aumentar, afirma criador do Litecoin
++ Terceira maior criptomoeda aposta em expansão massiva com novo lançamento


Por que a geração Y precisa de Bitcoin

Segundo Draper, a geração do milênio está em um ponto da história, onde eles têm todo o futuro do sistema financeiro do mundo pela frente.

Mas o maior problema, Draper diz, é que a geração Y herdou um sistema de gerações anteriores que simplesmente não funciona mais para a geração atual.

++ Como a moeda do Facebook pode mudar o sistema financeiro mundial?

O investidor chega a comparar o cenário econômico atual a um veículo antiquado, afirmando durante a entrevista que “nosso sistema bancário é o Oldsmobile, o velho Oldsmobile”.

Segundo Draper, guardar dinheiro, um centavo de cada vez, para economizar para a aposentadoria não está mais funcionando para a geração do milênio.

Ele continua dizendo que eles estão nascendo em um mundo já endividado. Além disso, os salários de hoje simplesmente não permitem que os jovens possam pagar a dívida.

Em outras palavras, Draper acredita que a geração do milênio “se tornou mais locatários do que compradores porque é necessário”, e não porque eles querem.

O quão seguro é investir em Bitcoin?

Enquanto alguns especialistas em finanças, como Draper, acreditam que os jovens deveriam investir em Bitcoin, nem todos concordam.

De fato, toda a indústria de criptomoedas é atormentada pelo constante ceticismo desde que o Bitcoin foi lançado inicialmente em 2009.

E em 2018, o economista americano Nouriel Roubini falou sobre a criptomoeda afirmando que elas eram “a mãe de todos os golpes” , deixando inúmeros observadores se perguntando se há alguma legitimidade por trás do Bitcoin.

E também é importante observar que as criptomoedas são conhecidas por exibir um comportamento extremamente volátil. De fato, as criptomoedas mostraram uma leitura média de volatilidade de 63% apenas nos últimos 6 meses.

Draper terminou sua entrevista com a Fox fazendo uma pergunta profunda aos millennials:

“Como será o futuro? Não será mais tribal. Vai ser global. Não vai estar vinculado a fronteiras geográficas. Vai ser aberto.”

Com isso dito, o Bitcoin é atualmente a maior criptomoeda do mundo, com um valor de mercado total de US$ 157,5 bilhões.

Tem alguma dúvida sobre o tema? Entre no nosso grupo do Facebook para conversar com a comunidade!