• Novos dados mostram que os mineradores de Ethereum fizeram um total de US$ 1,29 bilhão em receita bruta em março.
  • O negócio de mineração na rede líder de contratos inteligentes superou em três vezes a receita bruta média do Twitter no quarto trimestre de 2021.

Receita média do twitter e aquisição de Elon Musk

Conforme anunciado nesta manhã no Cointimes, o multibilionário Elon Musk comprou 9,2% das ações da Twitter Inc (TWTR), no valor aproximado de US$ 2,89 bilhões.

Saiba mais: Elon Musk compra mais de R$ 10 bilhões em ações do Twitter e DOGE sobe

A empresa reportou uma receita de US$ 1,56 bilhão no quarto trimestre de 2021, resultando em uma receita bruta média de aproximadamente US$ 0,52 bilhão por mês.

Receita bruta trimestral do Twitter Inc
Fonte: prnewswire.com

Mineradores de Ethereum faturam US$ 1,29 bilhão em março

Os mineradores globais de Ethereum (ETH), independentes, institucionais ou alocados em pools de mineração – que destinam poder computacional para validar a rede através da prova de trabalho (POW – Proof of Work) – tiveram um faturamento total cerca de três vezes maior que o Twitter.

De acordo com dados do The Block, a receita mensal total dos mineradores de Ethereum aumentou cerca de 7,2% de fevereiro a março de 2022.

Talvez mais importante, isso significa que eles conseguiram quebrar uma tendência de baixa em seu faturamento que começou em novembro de 2021. Nesse ponto, os mineradores que operam na segunda maior rede blockchain faturaram mais de US$ 2 bilhões em receita, mas os números começaram a cair após alguns meses.

Quase todos os US$ 1,29 bilhões vieram a partir da inflação de ether (ETH), em forma de  recompensas de blocos do protocolo, enquanto menos de US$ 100 milhões foram de taxas de transação, que é uma consequência direta do EIP-1559, que entrou em vigor no ano passado.

Conforme relatado anteriormente, o EIP-1559 dividiu as taxas de transação, com as taxas básicas agora sendo queimadas, fazendo com que os mineradores recebam apenas uma pequena parte.

Já foram mais de 2.063.565 ETH, no valor de mais de US$ 7 bilhões (cotação atual), em taxas queimadas. Ajudando a controlar a inflação decorrente da recompensa de bloco.

Receita bruta não é o mesmo que lucro

É muito importante saber diferenciar faturamento (receita bruta) de lucro líquido.

Estes valores são referentes ao faturamento total com recompensas de blocos e parte das taxas da rede e não levam em conta todos os gastos que um minerador pode ter (e que são muito altos em alguns casos).

Entre estes gastos estão investimento em equipamentos, limpeza, manutenção, energia e internet. Para mineradores de pools, também é preciso descontar as taxas pagas em gas, para transacionar na Ethereum.

Algumas pools encontraram soluções criativas para diminuir esse gasto, conforme já reportamos no Cointimes.

Saiba mais:

Atualização no Ethereum pode prejudicar o negócio de mineradores de Ethereum

O blockchain do Ethereum (ETH) está passando por uma mudança que vem avançando há meses, onde sua rede passará a ser validada exclusivamente por prova de participação (POS – proof of stake), o que deve acabar com o negócio dos mineradores de Ethereum.

Essa atualização pode encontrar resistência destes participantes, que poderiam manter um fork da rede, ou migrar para outro blockchain semelhante que permita a continuação da atividade, como o Ethereum Classic (ETC).

O Ethereum Classic já sofreu alguns ataques de 51% e gastos duplos e atualmente não é considerada uma rede segura. Algumas exchanges exigem até 7 dias de confirmações em blocos para processar uma transação em ETC.

Saiba mais: Atualização da Ethereum para PoS está mais próxima do que nunca

Felipe Ojeda contou sua experiência como minerador de Ethereum

Conversamos com o Felipe Ojeda do canal Bitcoin e Liberdade, que nos respondeu duas perguntas sobre sua experiência minerando Ethereum.

1) Como está sendo sua experiência no negócio da mineração de Ethereum?

Felipe Ojeda: “A experiência sanou minha curiosidade sobre como as criptomoedas eram mineradas, não é exatamente lucrativo, principalmente no Brasil onde as GPU são caríssimas e a conta de luz não para de subir  (ainda mais em bandeira vermelha).”

“Pelo menos 40% do rendimento mensal da RIG vai para o gasto energético. A manutenção da RIG, apesar de complexa, é barata, as peças como adaptadores e risers são fáceis de encontrar. E nunca fique sequer um mês sem tirar a poeira da RIG, quanto mais sujeira mais as placas esquentam e quanto mais esquentarem, menor a vida útil delas e menos irão render.”

2) Algum conselho para quem está começando nesta indústria?

Felipe Ojeda: “O principal conselho é acompanhar grupos e canais de mineradores, como o Danny Torres e o Juliano Caju, eles geralmente ensinam não só a montar a RIG mas a como fazer manutenção e principalmente o Overclock das placas para render mais sem prejudicar o equipamento.”

“Outro conselho é tentar comprar as placas à vista. Geralmente custa de 10% a 15% menos e você não compromete a sua renda dos próximos meses.

As placas para ETH hj são as que têm mais do que 6Gb de memória. A placa mais em conta é a NVidia 1660, mas o rendimento passa a ficar interessante a partir da 1660 Super com 3 fans (coolers). Quanto mais fans tiver, melhor.”

“O conselho final é NÃO VENDA as moedas mineradas na baixa. Procure segurar até um momento de alta, quem fez isso 2 ou 3 anos atrás conseguiu até 20X mais lucro. Na dúvida, sobre o futuro da ETH ou qualquer outra moeda que você vá minerar, troque por Bitcoin.”

Gostou? Compartilhe nas redes sociais!

Instagram | Telegram | Twitter | Facebook

A NovaDAX está cheia de novidades!

Uma das maiores corretoras de criptoativos do Brasil agora ZEROU as taxas para saque em real!

A NovaDAX também conta taxa zero para transações de Bitcoin e mais de 110 moedas listadas, com saque disponível na hora e alta liquidez. 

As criptomoedas com as melhores taxas do mercado! Basta ativar o programa gratuito Novawards e aproveitar taxas reduzidas em até 75%.

Conheça ainda o Cartão NovaDAX e peça já o seu.