A criptomoeda Monero (XMR), focada em privacidade e anonimato, completa 6 anos hoje 18/04 e ela está mais forte do que nunca.

Resumo da notícia:

  • Monero teve e terá grandes novidades
  • XMR é o rei do submundo
  • Moeda não tem exchanges no Brasil

Um ano de grandes mudanças

Em apenas um ano a criptomoeda Monero mudou completamente.

A grande novidade é o algorítimo de mineração RandomX, ele prioriza processadores normais à máquinas específicas. Com grande esforço, a comunidade conseguiu levantar US$500 em XRM para fazer a auditoria do RandomX.

Inclusive fizemos um tutorial explicando como minerar Monero em casa com esse novo método de mineração.

A comunidade continua financiando outros estudos para melhorar seu anonimato, eficiência e escalabilidade.

O Monero Research Lab (MRL) recentemente trouxe a proposta de melhorar a eficiência das transações de Monero e, ao mesmo tempo, aumentar o anonimato com a proposta Triptych.

O MRL também já incluiu no cliente oficial da criptomoeda o Dandelion++. A proposta criada por pesquisadores da Universidade de Illinois pretende aumentar a privacidade dos nodes de Monero.

Ganhos maiores que o Bitcoin

O Monero começou o ano valendo US$45,78 e agora está sendo negociado por 58,33, resultando em uma alta de 27,41% no ano. Enquanto o Bitcoin começou o ano em US$~7224,00 e agora está sendo negociado a US$7230,00, apenas +0,08%.

As transações de XMR também subiram, elas começaram em janeiro na faixa das 2 mil e agora chegam a mais 14 mil.

Gráfico de transações do monero
Transações de XMR | Bitinfocharts

O Monero também já é o rei do “submundo”. As apreensões dos dark markets AlphaBay e Hansa mostraram que o XMR era a moeda mais usada no submundo do comércio.

Veja também: Monero tem alta de 67% e desempenha melhor que Bitcoin

Sem exchanges no Brasil?

Entretanto, a criptomoeda passa por problemas de adoção no Brasil.

Dentre as maiores corretoras do país nenhuma aceita o par XMR/BRL. A regulamentação cada vez mais draconiana no Brasil, que tem feito exchanges fecharem, talvez coloque medo nos empresários.

Leia também: Monero é mais perigoso que o Bitcoin, afirma governo alemão

Contudo, o mercado de transações de pessoa para pessoa tem crescido. Recentemente, a corretora descentralizada Bisq adicionou traduções para pt/br, sendo mais uma opção para os brasileiros que querem trocar seu inflacionado Real por Monero.

Parabéns ao Monero e sua crescente comunidade.

BitcoinToYou –  Negocie criptomoedas sem pagar taxa   A primeira corretora do Brasil, negociamos criptomoedas desde 2010.  Abra sua conta grátis!   Abrir conta