Passfolio

O fundador da Greenlight Capital, David Einhorn, suspeita que o Sistema de Reserva Federal dos EUA (FED) não será bem sucedido na batalha contra a inflação, e sugere que ouro seja a solução.

Durante a Sohn Investment Conference, Einhorn sugeriu que “o FED está blefando” e que a inflação não vai ser controlada tão rápido porque “o Sistema de Reserva simplesmente não tem as ferramentas para detê-la.”

O investidor acredita que o FED “não pode fazer muito mais porque deve garantir que o Tesouro possa se financiar.” Justificando com o argumento de que, quando o Fed tem que escolher entre combater a inflação e apoiar o Tesouro, “eu acho que ele tem que escolher o Tesouro.”

Saiba mais: Gestor de ativos opina: EUA têm 60% de chance de recessão

Passfolio

Devido a isso, Einhorn aconselha que, “nesse momento, é melhor investir em ouro.”

O fundador da Greenlight acredita que as atuais medidas do FED não são “remotamente agressivas o suficiente” para combater as pressões de preços, alegando que uma taxa neutra hoje seria de cerca de 7% com a inflação correndo a cerca de 8%. 

Einhorn acredita que, em algum momento, se as taxas continuarem mais altas por causa das ações do FED, o banco central recuará em sua campanha, uma vez que estará aumentando os custos de empréstimo para o governo, que já está com uma dívida de $30 trilhões de dólares.

Na opinião do investidor, esta resposta é muito gentil, “semelhante a tentar limpar uma calçada coberta de neve com uma colher de sorvete, e não uma pá.”

Einhorn acredita que os aumentos de taxas do FED podem amplificar a inflação que o Banco Central tenta controlar, já que custos de empréstimo mais altos podem piorar o desequilíbrio entre oferta e demanda.

Todo o trabalho para reduzir a inflação terá que vir do lado da demanda. Como resultado, os preços terão que ser muito mais altos para dissuadir o consumo substancial, pois é provável que a inflação seja muito mais persistente.

A razão para o investidor prever que o ouro poderá emergir como o seguro financeiro para os investidores é que, quando os países não confiam uns nos outros sobre títulos e moedas, “o ouro se torna o maior ativo de reserva.”

Saiba mais: Metais preciosos sobem e platina lidera o mercado

De acordo com Einhorn, a questão é se há ouro suficiente para sustentar as reservas monetárias. “A resposta é que o preço do ouro suba, talvez muito.”

Independente das suspeitas de Einhor sobre o FED estarem certas, metais preciosos são, de fato, vistos como uma boa alternativa de investimento e hedge, por isso, se você tiver interesse em investir em ações norte-americanas e metais preciosos, crie a sua conta na Passfolio e comece a lucrar.

Leia também:

Passfolio