Cointimes

O ‘jogo’ NFT de Logan Paul é mais uma grande fraude cripto?

Logan Paul

O YouTuber Logan Paul, que tem tentado se redimir nos últimos anos após o revés da “floresta suicida” em dezembro de 2017, está com novos problemas desde que o investigador cripto Stephen Findeisen, do canal “Coffeezilla,” publicou três vídeos que investigam o CryptoZoo, um “jogo” em blockchain que Paul costumava promover.

Os problemas do CryptoZoo

Existem dois grandes problemas com o jogo. O primeiro é que ele ainda não existe, e o segundo é que os fãs mais aficionados de Paul – que são os primeiros investidores do CryptoZoo – perderam centenas de milhares de dólares tentando apoiá-lo.

Em uma série de vídeos, contendo três partes, Findeisen, um YouTuber que “descobre golpes, fraudadores e falsos gurus que se aproveitam de pessoas desesperadas com publicidade enganosa,” investigou o CryptoZoo. 

O Cointimes já publicou artigos sobre algumas análises de Findeisen, a mais recente sendo sobre o colapso da FTX: Em entrevista, SBF tenta recuperar sua boa imagem.

Segundo Paul, CryptoZoo é um “jogo divertido que lhe rende dinheiro.” Segundo o site oficial, que diz que o jogo está atualmente “passando por atualizações na infraestrutura central do ecossistema,” o CryptoZoo é um “ecossistema autônomo que permite que ZooKeepers comprem, vendam e comercializem animais e híbridos exóticos.”

Em suma, é um jogo NFT no qual os jogadores compram zoo coins, a moeda nativa do jogo, para comprar NFTs de ovos que são chocados e se tornam animais. Uma vez que os animais são descobertos, você então cruza esses animais para fazer híbridos e, quanto mais raro o híbrido, maior é o rendimento diário das zoo coins. Ao converter essas moedas em dinheiro fiduciário ou outras criptomoedas, seria possível considerar essa estrutura como renda passiva.

O que Coffeezilla descobriu?

Infelizmente, este jogo “play-to-earn” nunca foi jogável, apesar do montante excessivo de investimento que recebeu. Coffeezilla, como Findeisen é mais conhecido, descobriu que, desde a introdução do CryptoZoo em 2021, os fãs de Logan Paul gastaram cerca de US $2,5 milhões somente em ovos, fazendo com que a capitalização de mercado da zoo coin disparasse para cerca de US $2 bilhões.

Algumas pessoas com quem Coffeezilla falou gastaram dezenas, em alguns casos centenas, de milhares de dólares no CryptoZoo porque acreditavam que Paul era um “homem mudado,” e que ele estava criando um “lugar seguro” para que mais pessoas investissem em criptomoedas.

Uma das vítimas disse que perdeu cerca de US $7 mil com o CryptoZoo, e explicou que a renda passiva, o mecanismo central do projeto, “nunca funcionou,” e que “não havia como resgatar sua renda, e nunca houve.” Basicamente, as pessoas estavam colocando dinheiro em um sistema que estava proporcionando retorno zero.

Outra vítima disse para Coffeezilla que aqueles que investiram no CryptoZoo não conseguiram nem mesmo chocar os ovos que compraram. “É apenas uma imagem,” disse a pessoa. “Não dá para fazer nada com eles e não tem valor nenhum.”

NFTs CryptoZoo. Reprodução CryptoXJ/YouTube

Nos vídeos do Coffeezilla, ouvimos Paul explicar certos problemas com o desenvolvimento do CryptoZoo. Especificamente, ele diz que um “desenvolvedor fugiu para a Suíça” com o código fonte e o manteve refém por $1 milhão de dólares, e é por isso que o jogo não funciona. Mas este desenvolvedor, com quem Coffeezilla conversou no decorrer de sua investigação, alega que não tinha sido pago por seu trabalho no CryptoZoo, apesar de ter trazido uma equipe de 30 engenheiros e queimar US $50.000 por semana para construir o projeto.

Outro desenvolvedor do CryptoZoo, com quem Coffeezilla falou, corroborou a alegação, dizendo que ele também não havia sido pago. Sendo assim, não apenas os fãs de Paul foram extorquidos depois de investir no CryptoZoo, mas as pessoas que trabalhavam no projeto também não estavam sendo pagas.

Curiosamente, Paul, ou alguém que trabalha em sua equipe, decidiu inscrever-se no Patreon do canal Coffeezilla. A teoria é que, como é necessário coletar o máximo de informações ou provas possíveis para entrar com uma ação judicial por difamação, daí a assinatura, que lhes permitiria ter acesso ao conteúdo exclusivo do canal.

Findeisen, como mostrado nos tweets acima, desde então cancelou a assinatura de Paul e lhe devolveu o dinheiro.

Paul, por sua vez, alega que as investigações “simplesmente não são verdade” e que, “todos os maus atores serão expostos e totalmente responsabilizados,” prometendo mais detalhes em um episódio do seu podcast, que será lançado no dia 3 de janeiro. Ainda nesta semana, em 26 de dezembro, Paul convidou publicamente Coffeezilla para aparecer no podcast e falar sobre tudo. Coffeezilla, no entanto, respondeu dizendo que já havia convidado Paul para aparecer em seu canal e não recebeu resposta.

Leia também:

Leia outros conteúdos...