Breaking News  
O que acontece quando você entra no Initiative Q? Opinião

O que acontece quando você entra no Initiative Q?

O que acontece depois que você entra no Initiative Q? Nós fomos atrás de informações e investigamos. Tem curiosidade? Saiba mais aqui!

Lucas Bassotto
Lucas Bassotto

Initiative Q é um projeto que promete muito e não entrega nada

Na terça-feira, nós escrevemos um artigo fazendo uma análise do Initiative Q. Depois que as propagandas dessa “iniciativa” inundaram minhas caixas de e-mail, feeds nas redes sociais e Whatsapp, fiquei curioso e decidi investigar mais detalhadamente.

Entrei no site deles, que é muito bem feito por sinal, e fiz uma conta com e-mail e nome aleatórios, até porque não vou dar meus dados de graça para qualquer um. É aquilo, quando o produto é de graça, a mercadoria é você, no caso, seus dados. E agora vou contar o que acontece quando você entra na Initiative QO argumento de que “se está na Forbes está certo” não torna o “produto imune” a críticas e também não prova que esses dois estão certos.

Initiative Q: um grande nada

Ao conseguir um “convite” – o site tem que dar sensação de exclusividade – você oferece seu nome e e-mail. Depois de cadastrado, você entra na área do site que basicamente te oferece algumas tarefas que você deverá cumprir para participar da “revolução do dinheiro”. Essas tarefas consistem em “spamar” todas as redes sociais possíveis com seu link de referência e tentar convencer todos os seus amigos a participar.

Você só ganha alguma recompensa – novas moedas – se convidar mais pessoas. O mais engraçado é que não dá para fazer nada com essa “moeda do futuro”, o site não tem nenhuma área para recebimento de moedas, transferências ou qualquer coisa do tipo. Basicamente você só tem acesso ao seu saldo e a um monte de informações feitas para impressionar desavisados.

Quando você começa a ler as informações do funcionamento da moeda com um olhar mais crítico, consegue encontrar muitas inconsistências ali. Não tem nenhum nome da equipe de desenvolvimento a não ser o do suposto co-fundador. Eles falam que vão revolucionar os meios de pagamentos mas não dizem como, não tem nenhum nível de profundidade. A estratégia é utilizar textos com um pouco de tecniquês e vídeos bonitos para convencer que a tal moeda será o novo Bitcoin.

A pergunta que tenho é: como você cria uma moeda digital sem que aconteça o gasto duplo? Esse foi o problema que o Bitcoin resolveu, por isso que ele vale tanto hoje. O gasto duplo consiste em gastar duas vezes a mesma moeda. Um exemplo disso é enviar uma foto pelo WhatsApp, você e seu amigo passarão a ter uma cópia dessa foto.

Além disso, a moeda possui pagamentos que podem ser revertidos. Então o sistema é passível de estornos fraudulentos e ataques na rede para reverter pagamentos. Por mais que eles falem que tenham um sistema super eficiente, não sabemos o quanto ele será capaz de prever novos tipos de fraudes. As criptomoedas acabaram com isso através de criptografia, blockchain e prova de trabalho.

O máximo que consegui encontrar foi um texto definindo como seria a política monetária. Nessa hora eu fiquei bastante preocupado. Segundo o site, os detentores de Q vão eleger um conselho monetário independente de “especialistas” em economia monetária para traçar de maneira “científica” – isto é, manipular – a política monetária para a moeda.

Sabe o mais legal? Eles não falam como esse sistema de consenso vai funcionar. Não sabemos de fato quantos Qs existem em circulação, o site diz que são 2 trilhões, mas será mesmo? Também não sabemos a quantidade de moedas que os donos detêm. O site não tem transparência nenhuma, não tem nomes, em suma, não tem NADA! Você oferece seus dados gratuitamente em troca de uma “reserva de Q” para o futuro.

A Initiative Q não vai ter limite de emissão de novas moedas. O modelo econômico diz que o “comitê independente” vai estabilizar o preço comprando e vendendo moedas. Mas que legal, você vai ter uma moeda centralizada e manipulada por um comitê, basicamente o que já existe hoje com o Real e Dólar. Isso não é nenhuma inovação.

Conclusão

Quer um conselho? Não venda seus dados por tão pouco. Já existem leis na Europa sobre a segurança dos dados dos usuários e essa discussão já foi até tema do ENEM. Não se esqueça que uma vez em posse dos seus dados, é possível fazer engenharia social e manipular sua opinião.

Ao se cadastrar nesse site você está criando uma conta por um grande nada. Só existe uma promessa vazia de uma moeda que vai um dia valer 1 dólar e que todos se tornarão ricos.

Já existem, inclusive moedas estáveis que valem 1 dólar e já podem ser utilizadas como meio de pagamentos, de maneira rápida e simples. Como você pode ver abaixo:

Um olhar completo sobre as stablecoins

Pelo menos, até agora, o site não pede nenhum dinheiro, o que faz com que as pessoas participem disso, afinal, não têm nada a perder.

Se você quer ganhar dinheiro, não tem caminho fácil. Deverá fazê-lo através de trabalho e investimentos e, se você quiser investir em moeda digital, faça o mais simples e compre Bitcoin. Ele já é uma realidade e já está valendo muito mais do que apenas 1 dólar. E sabe o que é mais legal? Você não precisa convidar ninguém para entrar e já pode usá-lo agora. 

Abaixo você pode conferir um podcast explicando sobre pirâmides financeiras para ajudar você a se prevenir contra possíveis fraudes e golpes:

Este tipo de conteúdo é relevante para você ou alguma pessoa que você conhece? Se for, siga e compartilhe a página do Cointimes e se mantenha sempre atualizado no mercado – FacebookTwitterInstagram.

Lucas Bassotto
Lucas Bassotto

Sou Lucas Bassotto, graduando em Economia. Um grande entusiasta do mundo da criptoeconomia. Atualmente trabalho na Foxbit produzindo conteúdo.