Os sistemas de nomes de domínio (DNS – Domain Name System) estão chegando na Lightning Network (LN) para facilitar envios e aberturas de canais de pagamentos.

A próxima atualização de protocolo da LN trará melhorias para a experiência de usuário (UX), já que simples endereços de sites poderão ser usados para descoberta de canais de pagamentos e solicitações de pagamentos.

Os entusiastas de Bitcoin e da solução de pagamentos Lightning Network gostam de falar sobre o quão revolucionárias podem ser essas tecnologias. No entanto, a usabilidade ainda é complicada para um usuário comum.

Dificuldades com algumas especificidades da Lightning podem ficar para trás com a LNURL, que melhora tanto a questão da falta de liquidez quanto da complexidade dos pagamentos. De acordo com Alex Bosworth, desenvolvedor da Lightning Network do Bitcoin e membro da Lightning Labs, a próxima atualização da LN abrirá portas para a LNURL.

A LNURL visa simplificar muitas ações comuns para que elas precisem apenas um clique ou um escaneamento de um código QR. A falta de liquidez para receber pagamentos nesta segunda camada do Bitcoin é um dos problemas mais complicados para usuários novatos, mas ele poderá ser resolvido de forma tão simples quanto navegar em um site na internet.

Pagamentos similares ao Pix?

Lembrar de um endereço de email é muito mais fácil do que memorizar dados bancários, e esse foi um avanço do Pix em relação à experiência de usuário com pagamentos no sistema bancário brasileiro.

De forma semelhante, a Lightning Network pode aderir a padrões que facilitam o uso da rede como sistema de pagamentos. E assim enviar bitcoin fica tão fácil quanto mandar um Pix.

Algumas carteiras como a Zebedee já se anteciparam na questão de facilitar a UX e criaram os endereços Lightning, parecidos com endereços de email que evitam a necessidade de criar solicitações de pagamento para receber valores na LN. Mas a solução é custodiante, o que significa que a empresa por trás do aplicativo tem controle sobre os fundos.

O que pode ser feito também é utilizar um QR Code para os pagamentos, e o fato de ter um código fixo e sempre válido (assim como são os endereços comuns de bitcoin ou mesmo o Pix) abre possibilidades para diversos casos de uso.

Um curioso caso de uso foi explorado pelo podcast The Bitcoin Group, criando “botões” de tapas e fumaça para que qualquer espectador interagisse com a transmissão ao vivo:

Veja também:

Compre Bitcoin na Coinext
Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br