Em 2017, o Bitcoin atingiu um recorde histórico de US$ 20.000. Em 2018, o preço da criptomoeda caiu mais de 50%. O que aconteceu mais tarde chamou a atenção de dois dos maiores investidores do mundo, Stan Druckenmiller, fundador da Duquesne Capital, e Paul Tudor Jones, fundador da Tudor Investment Corporation.

Druckenmiller tem dado entrevistas a vários meios de comunicação e o analista John Street Capital as compilou por meio de seu Twitter. O lendário investidor expressou preocupação com o atual exercício de política pelos bancos centrais em todo o mundo. Ele acredita que essas instituições estão tornando a moeda fiduciária “mais questionável”.

Pela primeira vez, Druckenmiller revelou que durante um telefonema com Tudor Jones, ele aprendeu um fato que o fez mudar de ideia sobre o Bitcoin e o potencial do criptoativo para se tornar uma proteção contra as políticas inflacionárias do banco central. Tudor Jones o perguntou o seguinte:

“Você sabia que quando o Bitcoin passou de US$ 17.000 para US$ 3.000, 86% das pessoas que o possuíam a US$ 17.000 nunca o venderam?” Druckenmiller respondeu: Bem, isso era enorme na minha mente. Então, aqui está algo com uma oferta finita e 86% dos proprietários são fanáticos religiosos.

Essa convicção, as mãos de diamante dos hodlers de Bitcoin e a perspectiva econômica forçaram Druckenmiller e Tudor Jones a considerar se deveriam comprar Bitcoin. Como eles revelaram mais tarde, eles se tornaram detentores de BTC em 2020.

Bitcoin, o novo ouro para as gerações mais jovens

O Bitcoin possui características adicionais que o lendário investidor usou para medir seu potencial. Tudor Jones disse a Druckenmiller que a criptomoeda se tornou uma marca após 13 anos desde seu início. A criptomoeda conseguiu isso sem uma equipe de marketing ou um CEO para comandar essa estratégia, ela é impulsionada pelos detentores, seu efeito de rede e a garantia de seu fornecimento limitado.

O fundador da Duquesne Capital tem apenas um arrependimento quando se trata de BTC, como muitos investidores, ele sente que deveria ter comprado mais.

“Tentei comprar US$ 100 milhões de BTC a US$ 6.200. Levei 2 semanas para comprar $ 20 milhões. Comprei por volta de $ 6.500, eu acho. Então, como um idiota, parei de comprá-lo.”

Druckenmiller acrescentou que há uma mudança geracional liderada pelos investidores mais jovens. Eles consideram o Bitcoin como Druckenmiller viu o ouro, uma reserva de valor, seguro contra moedas fiduciárias.

Ao comparar Ethereum e Bitcoin, Druckenmiller acredita que o último ganhou o “jogo da reserva de valor”. Ele baseou sua opinião em 3 pontos, a BTC tem uma marca que existe há cerca de 13 anos e uma oferta finita. Os lendários investidores afirmam que a ETH pode ser o “MySpace” da indústria de cripto.

“Estou um pouco mais cético quanto à sua capacidade de manter sua posição. Isso me lembra um pouco do MySpace antes do Facebook. Ou talvez uma analogia melhor seja o Yahoo antes do surgimento do Google. O Google não era muito mais rápido que o Yahoo, mas não precisava ser. Só precisava ser um pouco mais rápido e o resto é história.”

Ele prevê mais apreciação para o preço do BTC se o Federal Reserve dos EUA e seu presidente, Jerome Powell, “continuarem agindo como se estivesse agindo”. Enquanto isso continuar, BTC e Ouro terão vento para continuar subindo.

No momento em que este artigo foi escrito, o BTC era negociado a $ 36.967, com pequenos ganhos no gráfico diário. No gráfico semanal e mensal, o BTC tem lucro de 5,9% e prejuízo de 35,9%, respectivamente.

Veja também: Bitcoin acima dos US$ 36.000 e altcoins subindo nesta segunda-feira

Compre e venda Bitcoin e outras criptomoedas na Coinext
A corretora completa para investir com segurança e praticidade nas criptomoedas mais negociadas do mundo.
Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br