A presidente do Banco Central da Europa, Christine Lagarde, em entrevista à Reuters, falou sobre o Bitcoin. Christine deixou clara a sua posição a respeito da criptomoeda, pedindo para que haja uma regulação em ‘nível global’ do Bitcoin para evitar ‘atividades interessantes e totalmente repreensíveis de lavagem de dinheiro’.

[Bitcoin] é um ativo altamente especulativo, que conduziu alguns negócios engraçados e algumas atividades interessantes e totalmente repreensíveis de lavagem de dinheiro. […] Tem que haver regulamentação. Isso tem que ser aplicado e acordado… em nível global, porque se houver uma fuga, essa fuga será usada.

Nos últimos anos, o Bitcoin deixou de ser apenas um projeto ou ativo conhecido apenas nos fóruns da internet, e ganhou os holofotes mundiais, com cada vez mais grandes instituições de olho na criptomoeda.

A regulação do mercado de criptomoedas tem sido tema de debate de diversas entidades internacionais. E Christine já entendeu o motivo pelo qual seria necessário uma regulamentação a nível global para que o Bitcoin seja duramente afetado. 

Como as criptomoedas abrem margem para um sistema de pagamentos intra-fronteiriços, as regulações nacionais tornam-se praticamente inefetivas, visto que esses ativos não se limitam a fronteiras de países e podem ser utilizados globalmente através da rede mundial de computadores.


Quer ganhar Bitcoins?
A gente te ajuda nisso.
Abra uma conta grátis!


 

Seria mesmo possível que todos, ou pelo menos a grande maioria, dos países do mundo colaborassem em uma regulamentação global das criptomoedas? Veriamos governos judeus, árabes, chineses, americanos e demais etnias cooperando em pró da defesa das moedas tradicionais?

Leia mais: O que sabemos sobre o Grande Reset Financeiro Mundial?

Bitcoin causando preocupações

Assim como os produtores de velas durante a invenção da lâmpada, os Bancos Centrais ao redor do mundo temem a substituição do dinheiro como conhecemos por uma tecnologia superior. E sim, bancos centrais já compreenderam que a tecnologia blockchain possibilita uma evolução do conceito de dinheiro.

Não à toa, uma pesquisa realizada pelo Deutsche Bank afirma que 80% dos bancos centrais ao redor do mundo estão trabalhando no desenvolvimento de CBDCs (Central Bank Digital Currencies ou moedas digitais de bancos centrais). No Brasil, o ministro da economia Paulo Guedes já disse que os bancos centrais ao redor do mundo estavam correndo atrás de blockchain para sobreviver.

Nos próximos anos, veremos uma mudança estrutural no dinheiro como conhecemos, seja por uma revolução digital descentralizada ou pela adoção global de blockchains por governos nacionais.

Leia mais: “Todo mundo deveria ter exposição ao bitcoin”, diz CEO da XP Guilherme Benchimol


BitPreço, o maior marketplace da América Latina. Compare os preços das principais exchanges do Brasil e mundo, e compre Bitcoin, Ethereum e USDT pelo melhor preço sempre.

Crie sua conta grátis agora!