Passfolio

Um relatório recente da Arcane Research estudou a saúde financeira das maiores mineradoras de bitcoin e tirou algumas conclusões interessantes sobre as mais prováveis vencedoras e perdedoras neste bear market.

No inverno cripto, a luta é pela sobrevivência

O inverno cripto chegou forte, levando empresas à falência, inadimplência, corridas bancárias, projetos que estão morrendo, escândalos sendo revelados e centenas de milhares de investidores realizando perdas recordes. Nestas últimas semanas estivemos cobrindo o caos trazido pelo bear market (mercado de baixa).

Saiba mais:

Morte batendo nas portas da LUNA, Celsius, 3AC e uma desconhecida

Nestes momentos de crash, como em um inverno agressivo, os investidores, projetos e companhias que se prepararam melhor durante o período de fartura são aqueles que têm maior probabilidade de sobreviver – da mesma forma como o urso que se alimentou corretamente antes de hibernar, ou a família que juntou mantimentos antes da tempestade.

Passfolio

Durante este inverno, pudemos observar o momento histórico em que mineradores venderam todos os BTCs minerados no mês, mais parte do acumulado nos meses anteriores, por valores abaixo do que no momento de mineração do bloco.

O analista da Arcane Research, Jaran Mellerud, resolveu olhar para as mineradoras de bitcoin públicas e tentar entender quais destas companhias se prepararam melhor para enfrentar o inverno, quais possuem mais chance de sobreviver quando o mau tempo passar e quais são aquelas que correm sérios riscos de morrer, junto de inúmeros outros projetos e empresas.

Mineradoras de Bitcoin – Vencedoras e Perdedoras

Para isso, Jaran diz ter analisado o fluxo de caixa e as planilhas de balanço financeiro das principais mineradoras de bitcoin de capital aberto ou com informações públicas.

Custo direto de produção por cada 1 BTC

Dos diversos dados levantados, o que ele chama de “Custo direto de produção de BTC” pode ter um forte impacto no fluxo de caixa operacional das mineradoras de bitcoin, pois ele mostra em que momento a empresa precisa desligar suas máquinas, ou levantar capital de alguma outra forma, para cobrir estes custos.

Gráfico de custo por produção das mineradoras de bitcoin. Na ordem em maior fluxo de caixa: Stronghold, Argo, Riot, Core, CleanSpark, Marathon, Hut 8 e Bitfarms.
Gráfico: “Mineradoras Públicas: Custo direto de produção de BTC” – Arcane Research

Stronghold e Argo têm os menores custos diretos de produção de bitcoin, enquanto Bitfarms e Hut 8 têm os mais altos. Com um custo de US $3.468,00 por BTC produzido, em uma cotação de $20k USD, a Stronghold lucra (bruto) US $13.304 por bitcoin; enquanto a Bitfarms apresenta lucro bruto de apenas US $3.534 (o custo da mineradora de bitcoin mais lucrativa), com custo superior a oito mil e quinhentos dólares.

Fluxo de caixa vs Custos de receita

Apenas ter o maior lucro bruto sobre a produção individual de BTC não é suficiente para poder ser considerada uma mineradora de bitcoin saudável, já que existem outras variáveis como, por exemplo, a quantidade destes valores que ficam destinadas ao fluxo de caixa da companhia (não retiradas como dividendos para os acionistas ou destinadas à outras despesas).

Mesmo com o menor custo e maior lucro bruto, a Stronghold possui um dos menores fluxos de caixa, o que pode indicar uma produção baixa, altos custos diversos ou altas retiradas para pagamentos de dividendos.

Gráfico de fluxo de caixa operacional das mineradoras de bitcoin. Na ordem com maior fluxo de caixa: Core, Riot, Marathon, Hut 8, Bitfarms, Stronghold, CleanSpark, Argo.
Gráfico: “Mineradoras Públicas: Atual Fluxo de Caixa de Operações Mensais” – Arcane Research

Apesar disso, a relação ‘fluxo de caixa’:’custos de receita’ de 3:1 ($4,8M:$1,5M) da Stronghold é bem positiva, se comparada, por exemplo, com a Core, que possui relação de 1:1 e o maior fluxo de caixa de US $16,6 milhões.

Um bom fluxo de caixa significa boa capacidade de pagar por entregas de equipamentos, ou quitar suas dívidas. E uma boa relação fluxo:custo significa melhor “gordura para queimar” em casos extremos, como o inverno cripto. Oferecendo uma boa margem que mantenha a empresa saudável antes de precisar cortar custos.

Entre estes custos, por exemplo, estão os equipamentos que ainda não foram pagos, com vencimento para 2022. A Marathon é, de longe, a mineradora de bitcoin mais endividada entre todas analisadas – com US $260 milhões de pagamentos a vencer até o final deste ano. Argo é a mineradora com menor risco de inadimplência.

Gráfico por maiores dívidas pendentes de equipamentos de mineração. Na ordem: Marathon, Riot, Core, Hut 8, Stronghold, Bitfarms, CleanSpark e Argo.
Gráfico: “Mineradoras Públicas: Pagamentos de Equipamento de Mineração Restantes para 2022” – Arcane Research

Conclusão sobre as mineradoras de bitcoin vencedoras e perdedoras

Quando cruzamos estes dados, vemos que a marathon possui 6,2 vezes mais pagamentos pendentes do que o seu atual fluxo de caixa operacional acumulado até o final do ano, caso a situação se mantenha a mesma.

Mineradoras de bitcoin menos saudáveis, por ordem: Marathon, Riot, Hut 8, Stronghold, Bitfarms, CleanSpark, Core, Argo
Gráfico: “Mineradoras Públicas: Relação de Pagamentos Pendentes sobre Fluxo de Caixa” – Arcane Research

Isso pode fazer com que toda sua liquidez seja drenada mês após mês, até sua possível insolvência. A governança desta mineradora de bitcoin tem uma série de importantes decisões para serem tomadas nos próximos dias. Parte deste acúmulo de dívidas é justificado por um aumento de mais de 400% na produção de hashrate da companhia.

A Marathon fez uma aposta arriscada, de aumentar a produção de Bitcoin durante um momento de incerteza e apenas o futuro dirá se foi uma aposta vencedora ou perdedora. No momento, a empresa não parece saudável, mas tudo pode mudar com uma mudança no cenário de preços BTC/USD.

Argo é a única mineradora de bitcoin com maior fluxo de caixa operacional que dívidas, em uma relação de 0,8, com resultados positivos esperados até o final do ano e, portanto, a mais saudável entre as oito companhias públicas analisadas.

Leia a thread original:

A NovaDAX está cheia de novidades!

Uma das maiores corretoras de criptoativos do Brasil agora ZEROU as taxas para saque em real!

A NovaDAX também conta taxa zero para transações de Bitcoin e mais de 110 moedas listadas, com saque disponível na hora e alta liquidez. 

As criptomoedas com as melhores taxas do mercado! Basta ativar o programa gratuito Novawards e aproveitar taxas reduzidas em até 75%.

Conheça ainda o Cartão NovaDAX e peça já o seu.