A editora Caras resolveu lançar um banco digital e ele é movido a blockchain e a um esquisito esquema de marketing multinível.

O Caras Bank é o novo banco digital da Editora Caras, feito em parceria com o banco BTX. A ideia é ser um banco dos famosos e dos leitores da Caras:

“Um banco voltado ao público da CARAS, não só os famosos, mas aos leitores. Isso que me chamou a atenção. É o banco dos famosos, mas também aos leitores dos famosos”, disse Luís Maluf, presidente da Editora Caras.

Caras Bank, o White Label

O BTX é uma espécie de white label bancário, ou seja, ele empresta a tecnologia de banco digital para outras empresas.

” Nossa principal plataforma de gerenciamento de contas virtuais está disponível em white-label ou via APIs, permitindo a qualquer empresa implantar soluções bancárias digitais, serviços de contas virtuais, gerenciamento de cartões e serviços de processamento e serviços de processamento de pagamentos, além de diversas opções exclusivas ” , diz o banco em seu site.

Quando entrar em operação, o banco da revista terá conta digital gratuita, cartão de débito, crédito, programa de cashback, empréstimos e uma infinidade de serviços.

Entretanto, em nenhuma página do banco é explicado como a tecnologia do blockchain irá funcionar. Só mais uma buzzword? Ainda estamos investigando.

Marketing Multinível e Minerworld

Porém, nem tudo são flores e maquininhas para o BTX. Segundo investigação do Cointelegraph, a BTX Digital comprou parte da HubChain. Quem é a HubChain? É uma empresa que tem como sócio Rodrigo Pimenta, apontado como desenvolvedor da exchange BitOfertas da MinerWorld .

A Minerworld foi um esquema ponzi que dizia operar criptomoedas e oferecia uma suposta rentabilidade de 100% em 12 meses, com esquema de “marketing multinível” disponível.

Similarmente, o Banco Caras tem um sistema de marketing multinível, onde é prometido um ganho de 4% de todas as operações dos clientes indicados.

caras bank
Sistema de marketing multinível

Dentro do sistema você pode comprar um “combo”, que lhe permite virar “Consultor Digital Bank Start”. No momento da compra é revelado que você está pagando por supostos “CDBs“.

caras bank

Apesar de já vender produtos e fazer marketing multinível, o Caras Bank continua fechado para cadastros na sua página principal, onde só é possível se cadastrar para receber atualizações até o momento.

caras bank fechado

[Update] A BTX está processando o Cointelegraph

Em resposta ao Cointimes, a BTX Digital enviou uma nota de esclarecimento, segue ela na íntegra:

“A BTX DIGITAL é uma empresa internacional com fortes investimentos no Brasil e busca selecionar os melhores parceiros e prestadores de serviços do mercado.

A BTX tem como valores essenciais a transparência, integridade e honestidade e possui uma política de compliance rigorosa com todos seus parceiros e fornecedores. Sobre a notícia veiculada no site Cointimes na data de 31 de outubro, que sugere que a BTX possui algum tipo de relação com a Minerworld ou Bitofertas, viemos esclarecer que que nunca tivemos qualquer tipo de relação com as empresas.

A BTX tem experiência no seu mercado de atuação e trabalhou muito para construir sua reputação com uma das líderes no mercado de Digital Banks. Assim, faremos tudo o que for necessário para promover e estabelecer a verdade. Além do mais, nenhuma investigação foi realizada pelo site Cointelegraph – conforme citado em matéria da Cointimes – e, inclusive, foi aberto um processo contra os autores da mesma que está correndo em segredo de justiça. Estamos à disposição para esclarecimento de quaisquer dúvidas.O Caras Bank é um digital bank que oferece aos usuários segurança, qualidade, respeito as normas, auditoria de reguladores nacionais e internacionais, além das tecnologias mais avançadas da atualidade. A matéria publicada no site Cointimes, dia 31 de outubro, insinua uma conexão da Caras Bank com as empresas Minerworld e Bitofertas, em resposta, o banco esclarece que não possui nenhum tipo de relação com as citadas, nem nunca possuiu.

Além disso, as informações retiradas do site Cointelegraph não possuem qualquer base investigativa ou apuração, o qual – inclusive – está passando por um processo judicial que corre em segredo de justiça. Estamos à disposição para esclarecimento de quaisquer dúvidas deste veículo.

O Caras Bank é um digital bank que oferece aos usuários segurança, qualidade, respeito as normas, auditoria de reguladores nacionais e internacionais, além das tecnologias mais avançadas da atualidade. A matéria publicada no site Cointimes, dia 31 de outubro, insinua uma conexão da Caras Bank com as empresas Minerworld e Bitofertas, em resposta, o banco esclarece que não possui nenhum tipo de relação com as citadas, nem nunca possuiu. Além disso, as informações retiradas do site Cointelegraph não possuem qualquer base investigativa ou apuração, o qual – inclusive – está passando por um processo judicial que corre em segredo de justiça. Estamos à disposição para esclarecimento de quaisquer dúvidas deste veículo.


Ouça nosso podcast para não cair em pirâmides financeiras: