Sinalizando o processo de desdolarização da economia Russa, o Ministério das Relações Exteriores (MFA Rússia) está considerando substituir o dólar dos Estados Unidos não apenas por moedas fiduciárias tradicionais, mas também por moedas digitais.

Nesta terça-feira (19), de acordo com o noticiário local Interfax, Aleksandr Pankin, vice-ministro das Relações Exteriores da Rússia, reiterou os planos do país para reduzir a participação do dólar americano nas reservas internacionais da Rússia e seu uso em acordos com parceiros estrangeiros. 

Pankin disse que o Ministério não exclui a possibilidade de substituir o dólar americano por “alguns ativos digitais” ao lado de outras moedas: 

“É possível substituir o dólar americano por outras moedas, nacionais e regionais, bem como alguns ativos digitais no longo prazo.” 

Pankin acrescentou que tal substituição exigiria esforços significativos do governo, incluindo a reconstrução de modelos de cooperação estabelecidos entre jurisdições e empresas, bem como a criação de novos mecanismos para novos sistemas de liquidação. 

Ele também observou que a campanha de desdolarização da Rússia vem em linha com os esforços do país para evitar os desafios impostos pelas sanções do governo dos EUA. 

“Os pagamentos em dólares americanos passam por bancos americanos e por um sistema de compensação, que permite a Washington bloquear qualquer transação que considere suspeita”, disse Pankin.

Ele acrescentou que o governo russo não enfrentou tais problemas com o euro ou outras moedas fiduciárias e não planeja medidas semelhantes para quaisquer outras moedas nacionais até agora.

Por vários anos, a Rússia tem considerado medidas para cortar a participação em dólares dos EUA em seu fundo de bem-estar nacional de US$ 186 bilhões. As autoridades locais estão planejando aumentar drasticamente suas posses de yuan chinês e investir em ouro. 

Os últimos comentários do Ministério das Relações Exteriores reforçam ainda mais o aparente interesse da Rússia em usar moedas digitais para acordos internacionais. Na semana passada, o presidente russo, Vladimir Putin, disse que era “um pouco cedo” para usar criptomoedas para fechar negócios com petróleo. O presidente também admitiu o potencial da criptomoeda para a transferência de fundos globalmente. 

Muito cedo para usar Bitcoin, Putin? 

O presidente russo, Vladimir Putin, fez comentários sugerindo uma tolerância crescente para Bitcoin e criptomoedas durante uma entrevista à CNBC na semana passada. 

“Eu acredito que isso tem valor”, disse Putin à Hadley Gamble da CNBC no evento Russian Energy Week em Moscou na quarta-feira (13). “Mas não acredito que possa ser usado no comércio de petróleo.” 

Putin  preocupado como a Rússia sairia dos contratos de petróleo denominados em dólares devido às sanções econômicas dos EUA. Usar Bitcoin será? Ele ainda está decidindo.
Presidente Putin em uma reunião no Kremlin de Moscou – Fonte: en.kremlin.ru/

As questões surgiram da preocupação de como a Rússia sairia dos contratos de petróleo denominados em dólares devido às sanções econômicas dos EUA. 

Putin afirmou que, embora o Bitcoin e a criptografia possam existir como meios de pagamento, ainda é “muito cedo” para se falar em fechar contratos brutos em Bitcoin ou criptomoedas em vez de em dólares.

O presidente russo também expressou preocupação com o consumo de energia necessário para manter a rede Bitcoin, no entanto, ele transmitiu uma intenção clara de afastar a Rússia da dependência do dólar americano. 

Leia Mais: O problema de Cuba não é o dólar, nem o Bitcoin, é o regime cubano

“Acredito que os EUA cometem um grande erro ao usar o dólar como instrumento de sanção”, disse ele. “Somos forçados. Não temos outra escolha a não ser passar para as transações em outras moedas ”. Em junho, a Rússia anunciou que retiraria ativos em dólares americanos de seu fundo soberano. 

“Nesse sentido, podemos dizer que os Estados Unidos mordem a mão que os alimenta”, acrescentou Putin. “Este dólar é uma vantagem competitiva. É uma moeda de reserva universal, e os EUA hoje usa-o para perseguir objetivos políticos e, como resultado, prejudica seus interesses estratégicos e econômicos ”. 

Embora ainda seja muito cedo para dizer se a Rússia está considerando o Bitcoin como uma reserva de riqueza para substituir o dólar, está claro que as autoridades entendem que o dólar não é viável como moeda de reserva no longo prazo e que o Bitcoin pode representar uma alternativa neutra em potencial.

Alguns membros da comunidade Bitcoin estão ansiosos para conhecer o  próximo país que adotará o Bitcoin como moeda corrente. Embora a Rússia possa não ser um candidato a curto prazo para a adoção do Bitcoin, seu governo está falando sobre isso porque está na mesa e também interessa a eles fugir das sanções impostas pelos EUA.

Leia Mais: 

A NovaDAX está completando três anos!

Uma das maiores corretoras de criptoativos do Brasil completa três anos no mês de novembro e quem ganha é você! 

Serão até 30 moedas com taxa zero para transações e mais de 80 moedas listadas, com saque disponível na hora e alta liquidez. 

As criptomoedas com as melhores taxas do mercado! Basta ativar o programa gratuito Novawards e aproveitar taxas reduzidas em até 75%.

Conheça ainda o Cartão NovaDAX e peça já o seu.