Breaking News  
Dicas para se sair bem com o mercado de criptomoedas em baixa Bitcoin

Dicas para se sair bem com o mercado de criptomoedas em baixa

Como se sair bem mesmo com o mercado de criptomoedas em baixa? Não é fácil, mas confira algumas dicas que podem te ajudar.

Luiz Roberto Calado
Luiz Roberto Calado

Se saia bem mesmo com mercado de criptomoedas em baixa

Para todos que investiram em Bitcoin e criptoativos nos últimos doze meses, o retorno tem sido frustrante. É necessário muito planejamento financeiro para não sucumbir num mercado em baixaAfinal, um mercado de criptomoedas em alta oferece espaço para tudo. Um mercado em queda te obriga a realizar algumas escolhas difíceis. Se você conseguir fazer as coisas certas, é assim que seu caráter se desenvolve.

Pense bem: é fácil dizer o que você faz em um mercado em alta. Agora, quando algo cai 80%, você continua segurando sua posição? Passando pelo mercado em queda e continuando a manter a posição aumenta a convicção nas suas suposições iniciais.

O nível de maus investimentos neste espaço nos últimos dois anos tem sido insano e muitos desses projetos vão desaparecer. Isso é uma coisa boa, pois, aqueles recursos poderiam ser melhor implantados para empreendimentos mais úteis.

A correção nos mercados faz melhores empresas e instituições segundo a teoria austríaca dos ciclos econômicos. Em outras palavras, o dinheiro vai de maus atores para pessoas que sabem o que estão fazendo. Isso é uma coisa muito boa.

No texto que trago do amigo Jimmy Song é explorada a temática do mercado de baixa, na perspectiva de uma das vozes mais ativas sobre Criptoeconomia. Tive o privilégio de recebê-lo no Brasil este ano, quando ele veio para dar cursos na @blockchainacademy, e ficou um dia inteiro no escritório junto com meu time (contei essa história aqui).

Enfim, fique com o artigo: espero que os ensinamentos trazidos por um mercado de baixa te ajudem a manter o seu equilíbrio financeiro!

Dicas sobre como atravessar um mercado de baixa por Jimmy Song (traduzido por mim)

O mercado de baixa em Bitcoin já dura quase um ano e é duro estar nesse lugar. Segurar ativos quando estão desvalorizando é uma coisa difícil de fazer e requer perseverança. Neste artigo, apresento conselhos sobre como você pode se segurar e não ficar espremido dos ganhos que eventualmente virão.

Por quê o Bitcoin está caindo?!

Muitas pessoas ficam chateadas durante os mercados de baixa. Sua raiva não é tão intensa no início, pois é esperado que a primeira queda seja apenas temporária. É quando o mercado de baixa persiste por muito tempo que as pessoas ficam cada vez mais chateadas.

A expectativa é especificamente que o Bitcoin estaria subindo, ou pelo menos permanecesse estável. Ou seja, as pessoas estão esperando algum tipo de progressão linear. Como o ganho médio em Bitcoin foi de X% nos últimos 7 anos, eles esperam que isso continue.

Claro, nada no mundo real, incluindo o Bitcoin, é linear. As coisas crescem em surtos e isso é totalmente normal. Bitcoin, por exemplo, sofreu várias quedas de até 80% +.

A principal razão para estar chateado é existir um desejo de ganhar dinheiro sem realmente trabalhar. De fato, se o Bitcoin subisse a uma taxa boa e estável, não haveria necessidade de ganhar um salário. Mas estamos nos adiantando. Vamos primeiro olhar para o mal de um mercado de queda.

Por quê um mercado em queda é um porre

Primeiro, os mercados de baixa são ruins por causa da pressão financeira. Estresse, especialmente estressante se você não está preparado para administrar financeiramente. Se você é excessivamente alavancado ou não protegido, os mercados em baixa vão espremer suas posições. Ser espremido é quando você não pode se dar ao luxo de suportar financeiramente as quedas até provar que você está certo. E isso é um porre.

Primeira regra do mercado é “não seja eliminado” (dele) e mercados baixistas são onde esta regra é testada mais frequentemente.

Em segundo lugar, os mercados em queda são ruins por causa da pressão social. Os críticos “mas+eu+te+disse” que aparecem em todos os mercados de baixa são muito para suportar. Ter que ouvir todos os seus amigos e parentes pode ser ainda pior que a perda financeira. Diferentemente do mercado de alta, em que as pessoas te tratam como um gênio, os mercados em queda o humilham socialmente.

Terceiro, os mercados baixistas são um porre por causa de menos oportunidades de ganhar dinheiro. Durante as corridas de alta, existem muitas startups e projetos diferentes que procuram pessoas de todos os tipos de talentos.

As oportunidades de ganhar dinheiro parecem ilimitadas e, se você tem um histórico, pode ganhar muito dinheiro como consultor, assessor, fazendo marketing, etc. Durante os mercados de baixa, no entanto, as coisas ficam muito mais difíceis. As pessoas começam a ver você como irrelevante e projetos que estavam cheios de dinheiro de repente começam a se preocupar com orçamentos.

Por que um mercado em queda é bom

Primeiro, os mercados de baixa são bons porque não deixam dúvidas sobre os maus investimentos do mercado altista. Durante uma corrida de alta, muitos projetos levantam muito dinheiro com teses extremamente frágeis. Alguns neste último ano levantaram mais de US $ 100 milhões em apenas um whitepaper!

O nível de maus investimentos neste espaço nos últimos dois anos tem sido insano e muitos desses projetos vão desaparecer. Isso é uma coisa boa, pois os recursos desses projetos podem ser melhor implantados para empreendimentos mais úteis.

A correção nos mercados faz melhores empresas e instituições segundo a teoria austríaca dos ciclos econômicos. Em outras palavras, o dinheiro vai de maus atores para pessoas que sabem o que estão fazendo. Isso é uma coisa muito boa.

Em segundo lugar, os mercados de baixa são bons porque revelam o que é realmente importante. Na pressão de um mercado de queda, apenas o que é verdadeiramente útil sobrevive. Podemos descobrir o que é realmente importante para as pessoas, porque os mercados baixistas levam as pessoas a fazerem escolhas discriminatórias sobre o que querem.

Eles não compram mais nenhum ICO. Eles começam a examinar o que vêem. Eles começam a fazer escolhas de maneira mais racional e cuidadosa. Eles param de FOMO (acrônimo para Fear of missing out – temor de perder a oportunidade) e começam a DYOR (acrônimo para Do your own research – faça sua própria pesquisa).

Um mercado mais inteligente é uma coisa boa porque uma melhor alocação de capital leva a uma sociedade mais próspera através da criação de riqueza.

Terceiro, os mercados de baixa são bons porque ensinam a trabalhar de forma inteligente e árdua. Em um mercado em alta, os empregos são fáceis e as expectativas são pequenas. Em um mercado em baixa, os empregadores são muito mais exigentes.

Isso significa que, como candidato, você precisa fornecer um valor real, o que significa trabalhar de forma inteligente e dura. Os mercados em queda são quando você é cortado por não fornecer valor real e você não será contratado a menos que você traga algo bom para a mesa.

Em quarto lugar, os mercados de baixa são bons porque desenvolvem seu caráter. Muitas pessoas reclamam dos primeiros usuários do Bitcoin e como eles “tiveram sorte”. Os detentores de longo prazo não tiveram sorte, eles tinham convicção.

Muita gente comprou o Bitcoin em 2010-2011, mas muitos deles também foram vendidos porque era, para eles, um brinquedo, uma aposta, uma coisa de comércio. Eles não se incomodaram em entender o Bitcoin muito profundamente ou talvez o fizeram e não ficaram convencidos.

Não é tão fácil de segurar por um longo tempo e os mercados em queda são o motivo. Quando algo cai 80%, você continua segurando? É fácil dizer que você vai em um mercado em alta. Passando pelo mercado em queda e continuando a manter sua posição de investimentos aumenta a convicção.

Você também precisa garantir que não seja zerado em suas posições, então não seja um gastador ou compre coisas que não pode pagar. Você tem que planejar cuidadosamente o futuro e ser diligente em manter seus valores. Um mercado em alta oferece espaço para tudo. Um mercado em queda leva a você fazer algumas escolhas difíceis. Se você conseguir fazer as coisas certas, é assim que seu caráter se desenvolve.

Conclusão

Os mercados em queda são uma parte necessária de qualquer economia, especialmente quando há um mau investimento como tem sido nos últimos anos. A redistribuição de recursos para coisas produtivas que as pessoas querem de coisas que as pessoas não querem são o maior benefício.

Tem havido muita distorção nos últimos dois anos no espaço da criptomoeda. É preciso haver um realinhamento baseado na utilidade real, não apenas promessas.

Passar por este realinhamento não é fácil, mas se você puder sair do outro lado com seus Bitcoins intactos, isso valerá a pena porque você garantiu os lucros do próximo mercado em alta.

Leia também:

Crise – Como lidar com investimentos em tempos de baixa

Este tipo de conteúdo é relevante para você ou alguma pessoa que você conhece? Se for, siga e compartilhe a página do Cointimes e se mantenha sempre atualizado no mercado – FacebookTwitterInstagram.

Luiz Roberto Calado
Luiz Roberto Calado

Luiz Calado é uma das principais vozes da economia no Brasil, tendo realizou seus estudos de pós doutorado na área na Universidade da Califórnia, em Berkeley. É professor do mestrado em criptoeconomia e pesquisador da Escola de Economia da FGV. É presidente da Braziliex e da Abcripto.

O Cointimes utiliza cookies com o objetivo de melhorar sua experiência em nossa página web e adaptar o conteúdo para torná-lo mais útil e acessível. Para mais informações, consulte a nossa política de cookies.