Dados recentes indicam que as taxas de transação do Bitcoin diminuíram após o pico logo depois do halving, enquanto as taxas do Ethereum estão em alta.

Como tal, o valor total gasto em taxas na rede Ethereum ultrapassou o Bitcoin e a diferença continua a crescer.

A virada entre Ethereum e Bitcoin?

De acordo com informações da empresa de análise de dados de criptomoedas Glassnode, as taxas diárias da rede Ethereum superaram o Bitcoin em 5 de junho pela segunda vez este ano. Nesse ponto, os valores eram de quase US$ 500 mil para a Ethereum e US$ 308 mil para o Bitcoin.

O quanto é gasto em taxas diariamente nos dois blockchains.
O quanto é gasto em taxas diariamente nos dois blockchains. Fonte: Glassnode.

Nos dois dias seguintes, a diferença entre os dois se expandiu para US$ 540 mil por taxas na rede Ethereum, enquanto o Bitcoin totalizou US$ 253 mil.

O quanto é gasto em taxas diariamente nos dois blockchains.
Taxas no BTC e ETH em maio. Fonte: Glassnode.

Do ponto de vista do BTC, as taxas passaram por uma montanha-russa no terceiro halving, que ocorreu mês passado. As transações na rede Bitcoin estavam subindo, e a taxa média atingiu uma nova alta de 11 meses em US$ 5,82.

Em menos de duas semanas, no entanto, o custo da transação no blockchain do Bitcoin caiu quase 80%.

A mempool do Bitcoin, que mede as transações pendentes de BTC que aguardam confirmação, estava entupida com quase 60 MB de transações antes do halving.

O congestionamento continuou a aumentar após o evento e atingiu o pico de 94MB em 21 de maio. Na medida que as transações foram sendo confirmadas e o número de transações diminuiu, as taxas caíram para um custo médio de menos de US$ 1, isso demorou algumas semanas.

+LEIA MAIS: Como economizar em taxas de bitcoin

O aumento de taxas na Ethereum

O aumento das taxas no blockchain Ethereum pode ser atribuído a vários fatores. Em primeiro lugar, a maioria das stablecoins usa esta rede e seu papel no mercado de cripto vem crescendo significativamente nos últimos meses. O valor transferido das stablecoins ERC-20 na rede Ethereum saltou para quase 80%, segundo um relatório de abril.

O Tether (USDT), a stablecoin mais amplamente utilizada, vem cunhando novas moedas regularmente para lidar com a crescente demanda dos traders. Os tokens baseados no ERC-20 ainda representam a maioria deles.

Além disso, as taxas na rede Ethereum aumentam em valor quando as transações iniciadas estão aumentando. Embora a mempool do Bitcoin tenha se normalizado após o término, a do Ethereum está subindo.

Além disso, o Ethereum viu milhares de transações pingadas pela rede, todas levando a um único endereço pertencente às operadoras da MMM Global – um esquema MMN ponzi que oferece 1% de retorno sobre o investimento por dia.

A atualização do Ethereum 2.0 tem como objetivo lidar com problemas de escalabilidade semelhantes, passando do atual algoritmo de consenso de prova de trabalho (PoW) para prova de participação (PoS).