Coingoback

A Visa anunciou ontem a integração da sua rede de pagamentos com mais de 60 milhões de comerciantes com a stablecoin USDC na rede Ethereum. 

Como resultado, a USDC poderá ser usada em cartões da marca. Entretanto, o mais interessante é que em pouco tempo a stablecoin poderá ser usada com qualquer comerciante da Visa globalmente e os fundos serão convertidos automaticamente para a moeda local. 

Para o influencer, investidor e empreendedor Ryan Adams isso significa que a Visa usará o Ethereum para “driblar” ou desviar dos bancos.

“Isso significa que a Visa está começando a trocar livros bancários tradicionais pelo livro global do ethereum.”

tweetou Adams.

Utilizando a tecnologia aberta de blockchain do ETH, a Visa consegue permitir transações sem usar intermediários bancários. A empresa já estava se planejando para fazer esse movimento desde o começo do ano quando investiu US$40 milhões em projetos relacionados em blockchain e agora está acelerando a Circle – organização responsável pela moeda estável USDC.

“Continuamos a pensar na Visa como uma rede de redes. “Redes blockchain e stablecoins, como usdc, são apenas redes adicionais. Então, achamos que há um valor significativo que a Visa pode fornecer aos nossos clientes, permitindo que eles os acessem e permitindo que eles gastem em nossos comerciantes.”

– disse Cuy Sheffield, Head de Criptomoedas na Visa.

Desde o crash de março o uso de stablecoins subiu substancialmente no mundo todo, até nas moedas estáveis brasileiras em blockchain.

Veja também: Executivo da Visa reconhece o potencial do Bitcoin


BitPreço, o maior marketplace da América Latina. Compare os preços das principais exchanges do Brasil e mundo, e compre Bitcoin, Ethereum e USDT pelo melhor preço sempre.

Crie sua conta grátis agora!