• Rússia viu aumento de 231% no volume de criptomoedas desde o começo do conflito e Ucrânia teve crescimento de 107%;
  • Stablecoins lastreados em dólar foram os ativos mais utilizados, BTC, ETH e BNB também apresentam volume considerável.

Desde o início do conflito entre Rússia e Ucrânia, as criptomoedas passaram a ser mais utilizadas como alternativas por indivíduos dos dois países.

De acordo com dados coletados pela CoinShares, as negociações de criptomoedas aumentaram em 107% na Ucrânia desde o começo do conflito. Com o colapso do rublo russo, o aumento do volume na Rússia foi ainda mais intenso: 231% no mesmo período.

Crescimento do volume de negociações de criptomoedas em dólar em 2022. Fonte: CoinShares
Crescimento do volume de negociações de criptomoedas em dólar em 2022. Fonte: CoinShares

Em alguns dias, o volume somado de negociações de criptomoedas da Rússia e Ucrânia chegaram a US$ 80 milhões. Ativos digitais pareados em dólar como USDT e BUSD foram os mais usados, mas volumes significativos foram enxergados em BTC e ETH.

Criptomoedas mais utilizadas por russos e ucranianos em 2022. Fonte: CoinShares
Criptomoedas mais utilizadas por russos e ucranianos em 2022. Fonte: CoinShares

Para James Butterfill, analista da CoinShares, as criptomoedas podem estar sendo usadas como proteção contra a desvalorização das moedas estatais e por sua portabilidade. Refugiados ucranianos, por exemplo, podem cruzar fronteiras sem o risco de confisco ou roubo de seus ativos.

Essa visão é reforçada por uma tendência global, onde países de alta instabilidade política tendem a ter maior crescimento nos volumes de Bitcoin.

“A Rússia e a Ucrânia são bons exemplos disso, mas isso pode ser visto em outros países politicamente instáveis, como Nigéria, Turquia, Brasil e México. Curiosamente, o Canadá viu um crescimento significativo nos volumes de Bitcoin recentemente, acreditamos que isso seja um resultado direto das políticas equivocadas de Justin Trudeau que limitaram o acesso dos manifestantes às suas contas bancárias.

Embora a identidade do Bitcoin permaneça fluida, à medida que amadurece, provavelmente veremos um de seus principais conceitos originais, um ativo sem estado, livre de erros humanos e políticas, continuar a ganhar terreno contra sua identidade como ativo de risco. Isso foi adequadamente demonstrado por recentes eventos geopolíticos.”, concluiu Butterfill.

Veja também:

A NovaDAX está cheia de novidades!

Uma das maiores corretoras de criptoativos do Brasil agora ZEROU as taxas para saque em real!

A NovaDAX também conta taxa zero para transações de Bitcoin e mais de 110 moedas listadas, com saque disponível na hora e alta liquidez. 

As criptomoedas com as melhores taxas do mercado! Basta ativar o programa gratuito Novawards e aproveitar taxas reduzidas em até 75%.

Conheça ainda o Cartão NovaDAX e peça já o seu.