Os entusiastas de ouro há muito tempo o apontam como o melhor investimento e proteção contra a volatilidade do mercado.

No entanto, o surgimento do Bitcoin durante o final da crise de 2008 ameaçou o trono do ouro como investimento alternativo para os preocupados com as instabilidades do dinheiro fiduciário.


Leia também:
++ Bancos centrais devoram 20% da oferta global de ouro, e continuam comprando
++ Bitcoin é o ouro dos idiotas, disse o CEO da Euro Pacific Capital
++ Ouro ou Bitcoin? Que tal escolher os dois?


Como o tamanho do mercado físico de ouro é maior que o de muitos mercados de ações e títulos, os participantes do setor têm um incentivo para subestimar a importância do Bitcoin e de outros criptoativos:

Ouro representa o sexto lugar em tamanho de mercado
Tamanho de mercado dos maiores ativos financeiros globais em USD.

Consequentemente, você encontra artigos de investidores de ouro sobre “Por que o Bitcoin é estúpido”, ou coisas do tipo.

Apesar de seus argumentos, 14,4% dos americanos possuíam criptomoedas em 2019, enquanto outra pesquisa do mesmo ano descobriu que apenas 12% dos americanos investem em ouro.

Os investidores colocaram seu dinheiro no que acreditam – e eles preferem cripto em vez de ouro.

O que é ainda mais impressionante? O crescimento ao longo do tempo.

Embora os investimentos em cripto já ultrapassem o ouro pela porcentagem de investidores americanos, o mais incrível é um fato simples: o Bitcoin só começou ser negociado em bolsas a partir de 2010 (e não era tão fácil naquela época), enquanto moedas de ouro são comercializadas há milhares de anos.

O ouro teve mais de 2.500 anos para aumentar sua adoção, enquanto o Bitcoin teve menos de 10.

Claro, o Bitcoin e outros ativos criptográficos sofreram flutuações violentas nos últimos 10 anos, passando por grandes mercados de baixa, com a mídia declarando o Bitcoin morto centenas de vezes.

Mas se uma queda temporária nos novos usuários de Bitcoin for suficiente para declará-lo “morto”, mesmo que 1 em cada 7 americanos invista nele após seus 10 anos de existência comercializável… então como a mídia deve declarar o ouro? Decomposto?

Artigo escrito por Frederik Bussler.