À medida que os investidores continuam retirando suas participações em ETH das corretoras de criptomoedas, o preço do token nativo da rede Ethereum subiu 800% em um ano.

A demanda geral por ether (ETH) continua a aumentar com novos dados on-chain, sugerindo que o fornecimento total mantido nas bolsas diminuiu cerca de um terço apenas no ano passado. Como tal, menos de 20% de toda a ETH existente está atualmente em plataformas de negociação.

Corretora não é carteira para ETH

É seguro dizer que o blockchain do Ethereum é indiscutivelmente a rede mais utilizada no espaço cripto. Afinal, é o lar de vários projetos de duas das tendências mais quentes do ano passado – tokens não fungíveis (NFT) e finanças descentralizadas (DeFi).

Reconhecendo o potencial do protocolo, os investidores começaram a elogiar sua criptomoeda nativa um tempo atrás e começaram a alocar fundos substanciais para ela. Alguns dos nomes mais notáveis, mesmo aqueles fora da comunidade que admitiu abertamente possuir porções da segunda maior criptomoeda, incluem Mark Cuban, Robert Kiyosaki e Paul Tudor Jones.

Dados on-chain da empresa de análise Santiment sugerem que a maioria dos investidores de Ethereum parecem otimistas, já que o número de tokens ETH nas bolsas caiu drasticamente no ano passado.

Já em 26 de setembro de 2020, 24,1% da oferta total da ETH estava em plataformas de negociação. Avançando um ano depois, a porcentagem diminuiu cerca de um terço para 16,1%. Consequentemente, a empresa de análise concluiu que “este é um bom sinal para pacientes hodlers”.

Oferta de ETH em corretoras de criptomoedas e preço do ETH. Fonte: Santiment e CryptoPotato.
Oferta de ETH em corretoras de criptomoedas e preço do ETH. Fonte: Santiment e CryptoPotato.

Aumento do preço do ETH

A diminuição da oferta de ETH detida nas bolsas significa, essencialmente, que os investidores não têm pressa em vender as suas moedas, o que pode ser considerado um sinal de alta. Observar o que aconteceu com o valor em dólar no mesmo período em que a oferta nas bolsas caiu é bastante impressionante por si só.

Em 26 de setembro do ano passado, o ether era negociado em torno de US$ 350. Ele entrou em uma corrida de alta nos meses seguintes e mais do que dobrou seu valor no final de 2020.

2021 começou em alta, pois a segunda maior criptomoeda continuou dobrando de preço, quebrou o recorde histórico de 2018 e atingiu níveis nunca vistos. Tudo culminou em meados de maio, quando atingiu o recorde atual de US$ 4.400.

Apesar do retrocesso e da volatilidade subsequentes, o ETH ainda está hoje – um ano depois – em torno de US$ 3.100. Isso significa que, no mesmo período de tempo em que os investidores retiravam ETH das exchanges, o preço do ativo disparou em quase 800%.

Gráfico do ether (ETH). Fonte: TradingView e CryptoPotato.
Gráfico do ether (ETH). Fonte: TradingView e CryptoPotato.

Leia mais:

Compre Bitcoin na Coinext
Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br