Os preços da principal criptomoeda do mundo caíram tanto que os mineradores acabaram se tornando vendedores, pressionando ainda mais o mercado já em baixa.

Dados recentes mostram que o mês de julho teve um aumento na quantidade de bitcoin movido por mineradores de pools de mineração para exchanges, de acordo com a CryptoQuant.

O evento, conhecido como “capitulação” de mineradores, implica que eles estavam se preparando para vender seus bitcoins. Além do aumento dos custos da eletricidade, a queda acentuada no preço do bitcoin pode significar que o preço da mineração seja alto demais em relação ao valor da moeda, segundo Joseph Ayoub, o analista do Citi.

Ayoub revelou ainda que, com o alto nível de demissões de empresas mineradoras, bem como de mineradores que usaram seus equipamentos como garantia de empréstimos, “a indústria de mineração de bitcoin pode estar sob crescente pressão.”

Se os preços da bitcoin ficarem abaixo dos custos médios da mineração, mineradores que não estão vendendo para financiar suas operações poderiam ser forçados a suspendê-las ou terminá-las, o que pode levar ao declínio do hash.

Saiba mais: Mineradores vendem 100% dos BTCs criados no mês de maio

Ayoub sugere também que “quanto menor o hashrate, menor o poder computacional necessário para controlar  o poder de hash da rede.” Segundo o analista, em última instância, isso poderia levar a uma segurança mais fraca em toda a rede bitcoin, com os riscos de impedimento ou reversão de transações.

Se os preços da criptomoeda continuarem tão baixos, mineradores vendendo seus bitcoins podem acabar pressionando ainda mais o mercado. O bitcoin caiu para um mínimo de US $17.598,05 em junho, e foi negociado a cerca de $20.000 na quarta-feira, mais de 70% abaixo de seu máximo de novembro do ano passado.

Isso ocorre porque a mineração cria novas moedas (cerca de 900 BTC criados todos os dias), inflacionando o supply de Bitcoin na economia e gerando uma nova fonte de pressão vendedora, além da que naturalmente ocorre no mercado especulativo.

Em mercado de alta, essa inflação da oferta de bitcoin é imperceptível, pois a demanda é muito superior, gerando pressão de compra favorável para o preço, permitindo com que os mineradores gerenciem seus caixas com maior exposição ao risco, segurando uma maior quantidade de moeda enquanto realizam o lucro com a venda do restante para cobrir seus custos.

Em mercado de baixa, no entanto, o recorrente aumento da oferta e a diminuição da entrada de dinheiro em dólar faz com que maiores quantidades de bitcoin precisem ser despejadas ao mercado, para manter as empresas funcionando e validando a rede com seu poder computacional. Nestes momentos, a pressão vendedora por parte dos mineradores pode ser bem forte.

Saiba mais: Quais mineradoras de bitcoin vão sobreviver ao inverno cripto?

Leia também:

A NovaDAX está cheia de novidades!

Uma das maiores corretoras de criptoativos do Brasil agora ZEROU as taxas para saque em real!

A NovaDAX também conta taxa zero para transações de Bitcoin e mais de 110 moedas listadas, com saque disponível na hora e alta liquidez. 

As criptomoedas com as melhores taxas do mercado! Basta ativar o programa gratuito Novawards e aproveitar taxas reduzidas em até 75%.

Conheça ainda o Cartão NovaDAX e peça já o seu.